Fonte: OpenWeather

    TCE-AM


    Ex-diretores de companhia de esgoto de Coari são multados

    Rosilene Maia de Barros e Geraldo Alexandre Freire Valente terão que devolver aos cofres públicos um total de R$ 58,9 mil

    Os dois terão de devolver aos cofres públicos quase 60 mil reais | Foto: Divulgação

    Manaus - Ex-diretores-presidentes da Companhia de Água, Esgoto e Saneamento do município Coari no ano de 2016, Rosilene Maia de Barros e Geraldo Alexandre Freire Valente tiveram as contas reprovadas, por unanimidade, pelo colegiado do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), na manhã desta quarta-feira (16), durante a 16ª sessão ordinária. Os dois terão de devolver aos cofres públicos um total de R$ 58,9 mil.

    Além dos atrasos registrados no envio de balancetes mensais ao TCE, foram identificadas, durante a auditoria na autarquia, várias irregularidades que fundamentaram a reprovação das contas, como a falta de repasses das contribuições previdenciárias ao INSS, descontrole de bens patrimoniais, problemas em licitações e falta de pagamento do 13º salário da autarquia.

    Leia também: Pentecostes acontece neste domingo (20) no Sambódromo de Manaus

    O colegiado seguiu o voto do relator do processo, conselheiro Érico Desterro, que decidiu pela aplicação das sanções conforme os períodos de administração. Ao ex-presidente Geraldo Alexandre Freire Valente foi aplicada uma multa individual de R$ 41,6 mil pelos períodos de 01/01/2016 a 31/03/2016 e de 05/10/2016 a 31/12/2016. Já a ex-diretora-presidente Rosilene Maia de Barros foi multada em R$ 32,8 mil, pelo período de  01/04/2016 ao dia 04/10/2016. Os dois terão de devolver ainda R$ 19,5 mil por débitos indevidos e pela não comprovação de gastos com combustíveis.

    Os dois gestores, que ainda podem recorrer da decisão, tem 30 dias de prazo para devolver os valores, sob pena de terem os nomes inscritos na dívida ativa, caso não paguem as multas. O relator decidiu ainda que cópias do processo sejam enviados à Receita Federal e ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais: 

    Você viu esse homem? Industriário sai de casa e desaparece em Manaus

    Manicoré, a 'Terra da Melancia', comemora 140 anos nesta terça-feira

    Servidores estaduais do AM protestam por reajuste salarial