Fonte: OpenWeather

    acidente


    Menino se desequilibra, cai em caco de vidro e morre no Santa Etelvina

    A criança estava soltando 'Pipa' quando se desequilibrou e caiu em cima de uma sacola com cacos de vidro e teve perfurações em várias partes do corpo

    O menino foi atingido por um caco de vidro embaixo da axila | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - O estudante Ítalo Cauã de Freitas Lopes, de 8 anos, morreu, na tarde de segunda-feira (11), após cair em cima de uma sacola com cacos de vidros. O acidente ocorreu por volta das 17h, na rua São Pedro, com a rua Nirvana, comunidade Paraíso Verde, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. 

    De acordo com informações da avó da criança, Maria das Graças de Freitas Lopes, de 54 anos, Ítalo estava soltando pipa, também conhecido como "papagaio", após chegar da escola, por volta das 11h.

    Leia também: No AM, recém-nascido é encontrado morto por crianças em córrego

    Durante a brincadeira, a criança teria tentado passar por cima de um tronco de palmeira, que estava caído no local, quando se desequilibrou e caiu em cima dos vidros.  

    A criança ainda foi socorrida e levada para o HPS Delphina Aziz, mas não resistiu
    A criança ainda foi socorrida e levada para o HPS Delphina Aziz, mas não resistiu | Foto: Josemar Antunes

    Gravemente ferido, populares socorreram a criança e a levaram para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Rinaldi Abdel Aziz, bairro Colônia Terra Nova, na mesma zona. A criança não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 18h40.

    O velório aconteceu na manhã desta terça em uma igreja evangélica
    O velório aconteceu na manhã desta terça em uma igreja evangélica | Foto: Josemar Antunes

    O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O velório será realizado em uma igreja evangélica, na rua São Pedro, a poucos metros da casa onde ele morava com os familiares.

    Leia mais

    Crianças no Amazonas morrem pelo descaso do poder público

    Menino morre afogado após cair de casa flutuante em Iranduba

    Bebê morre em Tefé e família denuncia hospital por falta de estrutura