Fonte: OpenWeather

    Saúde Pública


    Em vídeo, PM diz que pai é maltratado por enfermeiro no 28 de Agosto

    Servidor público diz que irá formalizar denúncia no Conselho Regional de Enfermagem. Susam ainda não divulgou um posicionamento sobre o caso

    | Autor: Divulgação

    Manaus - O policial militar Israel Amorim usou as redes sociais, na noite desta quarta-feira (10), para denunciar mais um descaso na saúde pública do Amazonas. Em um vídeo gravado por ele e enviado ao Em Tempo, o PM afirma que o pai, Ilzo Antônio Alves Amorim, de 72 anos, está sendo tratado com descaso por um enfermeiro identificado apenas como Erick, que está de plantão no 5º andar do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. 

    Israel conta que o pai tem câncer na bexiga e está internado desde o dia 30 de setembro deste ano (domingo) na unidade de saúde. Hoje, ele conta que pediu ajuda para que o profissional desobstruísse a sonda, que estava entupida, mas ouviu como resposta uma reclamação: "Há, eu tô acabando de chegar no meu plantão, eu tenho que fazer meus relatórios". 

    Israel ao lado do pai no isolamento 1 do 5º andar do Hospital 28 de Agosto
    Israel ao lado do pai no isolamento 1 do 5º andar do Hospital 28 de Agosto | Foto: Arquivo Pessoal

    Em um trecho do vídeo, o servidor faz um apelo para que os dois candidatos ao Governo do Estado olhem melhor pelas pessoas que dependem de atendimento médico em unidades de saúde. Ele diz que reconhece que, após a denúncia, vai haver represália, mas que nem por isso deixará de formalizar a denúncia no Conselho Regional de Enfermagem do Estado. 

    Ele afirma que o pai está no 5º andar, no isolamento 1, onde é maltratado pelo enfermeiro, que não quer dar assistência e não faz os procedimentos necessários e essenciais com o paciente. "Se ele não gosta da profissão, não quer trabalhar, então que ele peça demissão", desabafa Amorim. 

    Susam

    Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) informou que a direção do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto irá abrir uma sindicância para apurar o atendimento prestado ao paciente  Ilzo Antônio Alves Amorim.

    Ainda conforme a nota, em nenhum momento a direção do hospital foi procurada pelo paciente ou familiar para relatar qualquer tipo de problema. O setor de ouvidoria do hospital também não foi procurado. "Ao contrário do que a pessoa diz no vídeo, o paciente já negou qualquer tipo de maltrato com ele, no hospital", finaliza a nota.

    Leia mais:

    Conselho de medicina denuncia situação alarmante da saúde no Amazonas

    Pacientes renais pedem socorro por demora em tratamentos no AM

    Susam atrasa ajuda de custo de paciente renal crônico fora do Amazonas