Fonte: OpenWeather

    Manifestação


    Servidores da saúde do AM agendam protesto por salários atrasados

    A categoria irá protestar em frente a sede do Governo por mais fiscalização nas empresas terceirizadas. Susam afirma que os pagamentos estão dentro da regularidade.

    Enfermeiros e técnicos de enfermagem mais uma vez cobram o pagamento de salários.
    Enfermeiros e técnicos de enfermagem mais uma vez cobram o pagamento de salários. | Foto: Divulgação

    Manaus - Enfermeiros e Técnicos em Enfermagem farão uma mobilização na manhã de sexta-feira (9), às 7h, na frente da sede do Governo, situado na Avenida Brasil, bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. As duas categorias reivindicam os salários que estão atrasados há três meses.

    De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Serviço de Saúde do Estado do Amazonas (Sindipriv-Am), a enfermeira Greciete Mouzinho, existem profissionais que ainda não receberam o 13º salário referente ao ano de 2017.

    “Alguns colegas não estão conseguindo trabalhar por falta de vale transporte, pois não recebem há 120 dias. É um absurdo. As contas estão atrasando. Eu percebi que não existe uma fiscalização por parte do Governo em relação aos contratos. Falta fiscalização nas empresas terceirizadas”, declarou Mouzinho.

    Posicionamento

    A Secretaria de Estado de Saúde (Susam), informou em nota que os pagamentos das empresas terceirizadas estão dentro da regularidade normal do serviço público, incluindo as dívidas de gestão anterior que foram negociadas pela atual gestão. “A Susam esclarece que a responsabilidade pelo pagamento de salários de funcionários terceirizados é da empresa que os contratou”, diz a nota.

    Leia mais:

    Wilson Lima apresenta prioridades do AM para Temer e Bolsonaro

    Governador eleito revisará contratos com sobrepreços no Amazonas

    Bolsonaro negocia reforma da previdência com parlamentares