Pandemia no Amazonas


IBGE diz que no AM, 148 mil tiveram mais de um sintoma da Covid-19

A pesquisa é relacionada ao mês de junho e informa que os sintomas conjugados ou combinados foram relatados por 3,7% da população total do Estado

O número é 58,4% menor que o do mês anterior, quando 356 mil pessoas (8,8%) relataram ter tido sintomas conjugados
O número é 58,4% menor que o do mês anterior, quando 356 mil pessoas (8,8%) relataram ter tido sintomas conjugados | Foto: Mario Oliveira /Semcom

Manaus - Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), sobre a Covid-19 no Amazonas, divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que em junho, 148 mil pessoas (3,7%) relataram ter sentido sintomas da doença como perda de cheiro ou sabor, tosse e febre e dificuldade para respirar, ou tosse e febre e dor no peito. O número é 58,4% menor que o do mês anterior, quando 356 mil pessoas (8,8%) relataram ter tido sintomas conjugados (combinados ou ligados).

Na pesquisa,  foram perguntadas, para todos os moradores do domicílio, se na semana anterior à entrevista, algum deles apresentou: febre; tosse; dor de garganta; dificuldade de respirar; dor de cabeça; dor no peito; náusea; nariz entupido ou escorrendo; fadiga; dor nos olhos; perda de cheiro ou de sabor; e dor muscular. 

Em 7,7% dos domicílios totais, e em 7,3% dos domicílios com idosos, no Estado, havia ao menos um morador que relatou ter apresentado um ou mais sintomas combinados. Estes percentuais foram, respectivamente, 19,1% e 16,2%, no mês anterior.

Pessoas que usaram o sistema de saúde

A pesquisa também levantou que 57 mil pessoas que estavam com sintomas conjugados, que podem estar relacionados à Covid-19, procuraram estabelecimento de saúde. Elas representam 38,8% do total, que tiveram esses sintomas; percentual maior em relação a maio (24,4%). 

Síndromes gripais

No mês de junho, a Pnad Covid-19, estimou que 342 mil pessoas (ou 8,5% da população) no Amazonas, apresentaram algum dos sintomas pesquisados de síndromes gripais. O número é 55,3% menor do que o indicado em maio, quando 764 mil pessoas (ou 18,9% da população) afirmaram ter sentido algum dos sintomas.

Gripe x Covid-19

Em termos do indicador síntese, 148 mil pessoas (ou 3,7% da população do Amazonas) apresentaram sintomas conjugados de síndrome gripal que podiam estar associados à Covid-19 (perda de cheiro ou sabor ou febre, tosse e dificuldade de respirar ou febre, tosse e dor no peito). O número é 58,4% menor do que o mostrado pela pesquisa no mês anterior, em maio, quando 356 mil pessoas (ou 8,8% da população) afirmaram ter sentido sintomas conjugados.

Pessoa idosa

Nos domicílios com presença de idosos (979 mil), em 75 mil ou 7,7% dos domicílios, havia pelo menos uma pessoa com sintomas relacionados à Covid-19. Em comparação com o mês de maio, quando em 185 mil domicílios (19,1%), havia pelo menos uma pessoa com sintomas conjugados, o número é 59,5% menor. 

Indicador

Variável de abertura 1

Variável de abertura 2

Categoria de abertura 2

Maio

Junho

Domicílios (mil domicílios)

Presença de algum idoso

Morador com sintomas referenciados conjugados

Total

                   966

                   979

Domicílios (mil domicílios)

Presença de algum idoso

Morador com sintomas referenciados conjugados

Ao menos um morador com sintomas conjugados

                    185

                      75

Domicílios (mil domicílios)

Presença de algum idoso

Morador com sintomas referenciados conjugados

Nenhum morador com sintomas conjugados

                    781

                   904