Fonte: OpenWeather

    Colisão


    Embarcações colidem e deixam passageiros assustados no interior do AM

    O incidente aconteceu no Paraná do Caburi, que fica localizado entre Parintins e Nhamundá

    Uma colisão entre duas embarcações no paraná do Caburi, que fica localizado entre os municípios de Parintins e Nhamundá, deixou os tripulantes assustados na tarde dessa segunda-feira (29). Apesar da colisão, ninguém ficou ferido. Mais notícias 24h por dia em: http://www.emtempo.com.br | Autor: Em Tempo

    Nhamundá - Uma colisão entre duas embarcações no Paraná do Caburi, que fica localizado entre os municípios de Parintins e Nhamundá (municípios distante 368 e 381 quilômetros de Manaus), deixou os tripulantes assustados, na tarde dessa segunda-feira (29). Apesar da colisão, ninguém ficou ferido.

    Um passageiro gravou um vídeo do momento exato da colisão. Nas imagens é possível ver três barcos navegando pelo rio estreito, sendo dois descendo e um subindo. O primeiro barco consegue passar sem bater. Entretanto, o segundo não consegue desviar e acaba batendo na embarcação maior.

    Leia também: Suposta disputa entre traficantes acaba com carro queimado no Alvorada

    De acordo com informações, o barco “Ferry boat Nhamundaense”, que bateu na embarcação menor, vinha no sentido Manaus. Já o barco “Irmãos Tavares”, que foi atingido, estava indo para Nhamundá.

    Com a batida, a parte lateral do barco “Irmãos Tavares” quebrou e os pedaços de madeira caíram no rio. Passageiros das duas embarcações ficaram assustados com a situação.

    O Paraná do Caburi, segundo moradores de Nhamundá, é um atalho, entre o rio Amazonas e o rio Nhamundá, que as embarcações usam para cortar caminho. Entretanto, devido ao rio ser estreito, a rota acaba sendo perigosa.

    Os passageiros das embarcações ficaram assustados com a colisão
    Os passageiros das embarcações ficaram assustados com a colisão | Foto: Divulgação

    Nota

    Em nota divulgada em sua página oficial no Facebook, “Ferry boat Nhamundaense” relatou que o incidente aconteceu por imprudência e imperícia da outra embarcação.

    “Contamos com uma equipe armada, comandada pelo nosso piloto Nonato Jacauna, competente e acima de tudo preparada para prever e evitar ocasiões como desse sinistro! Como Deus nos ilumina sempre nesses rios, no qual navegamos, nenhuma vida foi ceifada e nem machucada, somente danos materiais ocorreram”, diz um trecho do comunicado.

    A reportagem não conseguiu contato com a embarcação “Irmãos Tavares”.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Amazonino desabafa em aula inaugural dos concursados da PC

    Dez detentos morrem durante briga em cadeia pública no Ceará

    Benjamin Constant: capital cultural do alto Solimões faz 120 anos