Fonte: OpenWeather

    Política


    Arthur Virgílio Neto destaca qualidades de Dias Toffoli

    Prefeito de Manaus participou da posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, em Brasília (DF)

    Arthur fez questão de comparecer na posse do novo presidente do STF | Foto: Osvaldo Freitas / Semcom

    Manaus - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou, ontem (13), da solenidade de posse do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, em Brasília (DF). A solenidade, que contou com a presença do presidente da República, Michel Temer, empossou Toffoli como o mais jovem presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O ministro Luiz Fux foi empossado como vice-presidente do STF e do CNJ.

    Para Arthur, que era senador enquanto Toffoli era advogado-geral da União, a posse do ministro representa a renovação e o respeito à democracia. "O ministro Dias Toffoli interpreta leis muito bem e foi indicado pelo ex-presidente Lula, de quem foi chefe da Advocacia-Geral da União, a AGU, para ser ministro do Supremo Tribunal Federal.

    Tive a oportunidade de conhecê-lo, enquanto eu era senador. Gostei muito dele, conversamos longamente, uma conversa bem sincera, em que ele me disse algumas coisas.

    Entre elas a afirmação de que ele não seria partidário de nada, uma vez que estava assumindo o cargo de ministro, de um juiz. E ele confirmou isso ao longo do tempo", observou o prefeito, que prestigiou a solenidade acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária Elisabeth Valeiko Ribeiro.

    Posse do Dias Toffoli, em Brasília (DF)
    Posse do Dias Toffoli, em Brasília (DF) | Foto: Osvaldo Freitas / Semcom

    Em seu discurso de posse, Toffoli iniciou falando de democracia e educação, afirmando que a ausência de uma educação de qualidade e abrangente sempre foi um prejuízo à cidadania. O presidente também falou sobre o atual momento político em que vive o país.

    "Não estamos em crise, estamos em transformação. O futuro já não é mais como era antigamente. Somos passageiros de uma mudança histórica sem precedentes", declarou.

    O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, também destacou a renovação do trabalho no Judiciário brasileiro.

    "Estamos em um momento de transição. Transição no Supremo Tribunal Federal, transição na política, estamos elegendo os dirigentes maiores do país, e com a esperança de que tudo se organizará. Temos um presidente do Supremo jovem, talentoso, com muitas ideias inovadoras, e daí que nasce essa esperança de dias melhores para todos nós”, pontuou Yedo.

    O ministro Dias Toffoli foi nomeado ministro do STF em outubro de 2009, aos 42 anos. Além de assumir o mais alto posto do Poder Judiciário brasileiro, o ministro Dias Toffoli entra na linha sucessória do presidente da República.

    O presidente do STF assume a presidência quando o vice-presidente da República, o presidente da Câmara dos Deputados e o presidente do Senado não podem ocupar o cargo na ausência do presidente.

    Com informações da assessoria*

    Leia mais: 

    Toffoli toma posse nesta quinta-feira (13) na presidência do STF

    Segunda mulher a presidir STF, Cármen Lúcia deixa cargo nesta quinta

    Ciro Gomes diz que sai da política se Bolsonaro vencer