Fonte: OpenWeather

    Balanço de 2019


    Mais de 2 mil motoristas foram flagrados dirigindo bêbados em 2019

    Dados são dos meses de janeiro a outubro deste ano. Órgão realizou 230 operações da Lei Seca em 2019

    A combinação ainda faz parte da vida de muitos condutores do AM
    A combinação ainda faz parte da vida de muitos condutores do AM | Foto: Reprodução

    Manaus -  Com um saldo de mais de 230 operações da Lei Seca e 20 mil testes realizados em 2019, o Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran- AM) flagrou, de janeiro a outubro deste ano, mais de dois mil condutores dirigindo com sinais de embriaguez ou teor de álcool no sangue. No ano passado, o órgão contabilizou que 515 motoristas foram flagrados cometendo a infração.

    O balanço representa 10% do número de exames feitos e um aumento de quase 300% em relação ao mesmo período do ano passado na capital e região metropolitana. O Amazonas segue como referência em fiscalizações na região norte e nordeste do Brasil.

    Insistência no erro

    No Amazonas, segundo dados do departamento, em 2018 foram registradas 237 vítimas fatais de trânsito. Em 2019, o número de mortes é 211, onde parte dos casos está relacionada ao uso de álcool e direção. O Diretor Presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, afirma que, apesar da intensa intervenção do órgão nas fiscalizações, há insistência dos condutores em unir bebida alcoólica e direção.

    A imprudência pode trazer sérias consequências
    A imprudência pode trazer sérias consequências | Foto: Leonardo Mota

    “Apesar de saberem que estamos em operações diretas de terça-feira a domingo e realizando trabalhos de educação voltados para o assunto, as pessoas ainda insistem no erro. No sentido de segurança pública, o dado é alto e é positivo, pois estamos tirando essas pessoas de circulação do trânsito, mas sob o ponto de vista social é preocupante” diz.

    Como estratégia, Rodrigo enfatiza a capilaridade e intensidade. O foco da nova gestão é segurança no trânsito, realizar alcoolemia (medição de concentração do álcool no sangue do indivíduo) em todas as operações, mesmo sendo de irregularidades de veículos.

    “O Detran quer mudar o estereótipo de empresa de arrecadação. Eu deixo bem claro que o nosso trabalho é promover segurança no trânsito, os resultados estão aí. Reduzimos estatísticas mês a mês e batendo recordes”, afirma.

    Rodrigo enfatizou a ação direta do Detran-AM em combate a prática
    Rodrigo enfatizou a ação direta do Detran-AM em combate a prática | Foto: Leonardo Mota

    Como estratégia, Rodrigo enfatiza a capilaridade e intensidade. O foco da nova gestão é segurança no trânsito, fazer alcoolemia (medição de concentração do álcool no sangue do indivíduo) em todas as operações, mesmo sendo de irregularidades de veículos.

    Apesar da insistência, as operações trazem um dado positivo, como destacou o presidente do Detran-AM. Em 2018, durante o carnaval de Manaus, foram registradas 8 mortes em acidentes causados por motoristas alcoolizados. Já em 2019 houve apenas uma morte durante o período festivo.

    "O Detran-AM quer mudar o estereótipo de empresa de arrecadação. Eu deixo bem claro que o nosso trabalho é promover segurança no trânsito, os resultados estão aí. Reduzimos estatísticas mês a mês e sempre batendo recordes", diz Rodrigo.

    Nova tecnologia

    O Detran-AM conta com uma nova tecnologia para as operações da Lei Seca no Amazonas. Um bafômetro rápido sem necessidade do sopro. Ele conseguirá identificar se o motorista está alcoolizado a distancia. 

    As fiscalizações seguem de terça-feira a domingo
    As fiscalizações seguem de terça-feira a domingo | Foto: Divulgação/ Detran-AM

    "Conseguimos identificar com mais rapidez quem bebeu ou não. É um aparelho mais intenso, preciso e eficaz  para o trabalho necessário. Aumentamos a nossa rotina de fiscalização com foco em Lei Seca e o Amazonas é referência nacional nesse sentido, estamos avançando e o que precisa melhorar será melhorado", disse.

    Para o condutor que for flagrado bêbado será autuado em infração gravíssima, perde sete pontos na carteira, multa de R$ 2. 934, 70 e automaticamente terá a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), . Se passar a 0,34 mm de álcool, que o bafômetro indica, pode ser apresentado na delegacia com prisão em flagrante. 

    "Eu trago um dado importante para você . A maior causa de mortes de crianças e jovens de 5 a 29 anos são por acidentes de trânsito. Isso demonstra o quanto precisamos incluir políticas efetivas e trabalhar para mudar essa realidade", afirma Rodrigo de Sá.

    O homem estava comemorando o dia dos pais junto com a família
    O homem estava comemorando o dia dos pais junto com a família | Foto: Divulgação

    Vítimas da imprudência

    Em agosto deste ano, um homem foi atropelado e morreu no dia "Dia dos pais". O aposentado Manoel Venâncio de Souza, de 73 anos, foi atropelado por um fusca no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus. O condutor, conhecido como "Bigode", apresentava sinais de embriaguez e fugiu do local sem prestar socorro à vítima. 

    Em maio, outro acidente com vítima fatal enfatiza a irresponsabilidade de quem ingere bebidas alcoólicas e decide dirigir. Carlos Edinho Ferreira, de 27 anos, foi atingido em cheio e arrastado por uma caçamba, no município de Maués (a 267 quilômetros de Manaus). O motorista também fugiu sem prestar socorro à vítima.

    Novas tecnologias estão aliadas às fiscalizações
    Novas tecnologias estão aliadas às fiscalizações | Foto: Divulgação/ Detran-AM

    Direção + álcool = Não combinam

    A matemática dos dois elementos será sempre negativa. O álcool como substância psicoativa causa vários efeitos no organismo e o condutor além de colocar em risco a própria vida, gera riscos a terceiros. Veja como a bebida funciona no organismo e seus efeitos. 

     Lei Seca

    Os motoristas enquadrados na Lei 12.760/2012 tem direito à defesa e se o condutor voltar a ser flagrado novamente terá a multa dobrada.