Hambúrguer solidário


Mini festival de hambúrguer do Nacer ocorre neste sábado

Arrecadação será para ajudar as crianças em situação de vulnerabilidade

Arrecadação será para ajudar as crianças em situação de vulnerabilidade
Arrecadação será para ajudar as crianças em situação de vulnerabilidade | Foto: Reprodução

Manaus- Segunda edição do Mini Festival de Hambúrguer pelo Núcleo de Assistência a Criança e Família em Situação de Risco (Nacer) Neste sábado (26), das 17h às 20h. Ocorre em sua sede, localizada na Rua 35, Conjunto Castelo Branco, no Parque 10. O evento ocorre no formato drive-thru, atendendo às medidas de prevenção ao novo coronavírus.

O objetivo da ação é arrecadar recursos para a manutenção da instituição, que atua no acolhimento de crianças e adolescentes que sofreram, entre outros casos, com a negligência, o abandono, maus tratos e a gravidez precoce.

O público poderá fazer o pedido antecipadamente por meio do telefone (92) 98428-7454 e realizar a retirada no local sem precisar sair do carro.

O combo de sanduíche artesanal e batata frita será comercializado por R$ 25. Além do hambúrguer tradicional de carne, também terá opção vegana, feita com feijão preto, e vegetariana, à base de grão-de-bico e com ingredientes regionais como tucumã, queijo coalho e banana frita.  Os molhos e pães também serão feitos artesanalmente.


Sobre o Nacer

O Nacer é uma instituição que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No local, recebem a assistência necessária até que retornem para a família de origem ou sejam encaminhados para adoção.  Atualmente, 22 acolhidos residem na instituição.

Os recursos que mantêm a casa são provenientes de pessoas físicas e jurídicas que fazem doações regulares, além de convênios periódicos com a rede pública de assistência social.

Mais informações sobre a entidade estão disponíveis no site: www.nacercrianca.org.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Amazonense investe em venda de canoas e botes durante a pandemia

Mesmo com receio de segunda onda, comércio não deve parar no AM

Alta nos casos de Covid-19 preocupa empresários do comércio de Manaus