Fonte: OpenWeather

    Economia


    Microdistrito Industrial será resgatado pela Prefeitura de Manaus

    Uma força-tarefa irá permitir que a prefeitura ocupe a área que pertence à cidade e que estava em condições precárias

     

    Um edital será lançado e chamará essas empresas para ocupar o Dimicro
    Um edital será lançado e chamará essas empresas para ocupar o Dimicro | Foto: César Gomes/EM TEMPO

    Manaus - Uma parceria entre secretarias da Prefeitura de Manaus irá resgatar o Microdistrito Industrial de Manaus, situado na rua Prímula, no ramal do Brasileirinho, no Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. Os 29 galpões serão desocupados e utilizados por microempresas podendo beneficiar mais de 1.200 famílias. 

    De acordo com o vice-prefeito de Manaus e titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, após determinação do prefeito David Almeida, a força-tarefa irá permitir que a prefeitura ocupe uma área que pertence à cidade e que estava em condições precárias.

    "Aqui existe desperdício de dinheiro público, despreocupação com a geração de emprego e renda, furto de caixa d'água, de gerador de energia e de iluminação pública.  Já deveria ter sido feito um leilão no com os veículos que estão aqui se acabando. Vamos vencer os processos licitatórios e burocráticos e resgatar o Dimicro para a real finalidade dele", destacou Rotta.

     

    O vice-prefeito Marcos Rotta esteve no local
    O vice-prefeito Marcos Rotta esteve no local | Foto: César Gomes/EM TEMPO

    O secretário Sabá Reis da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) informou que serão instaladas nove cooperativas de reciclagem no local e aluguéis que são pagos pela Prefeitura deixarão de ter custos. 

     "Vamos preparar o ambiente para que aqui seja feito serviços de iluminação pública, revitalização do espaço e será feito um projeto para adequação destes galpões. Essas cooperativas já existem e a partir de agora eles poderão estar utilizando esse local e inclusive recebendo ajuda com empreendedorismo", declarou.

    A Secretaria Municipal de Empreendedorismo, Tecnologia e Inovação (Semtepi) será a responsável por instalar micro-empresas que já estão em bairros. Um edital será lançado e chamará essas empresas para ocupar o Dimicro que foi criado em 2016 e está sem uso. 

    Um leilão de 8.827 itens pertencentes às secretarias que não estão sendo utilizados e estão armazenados no Dimicro será realizado para arrecadar mais de R$ 500 mil que serão revertidos para novos investimentos em Manaus.

    Leia mais:

    Obras de revitalização do terminal T3 são concluídas em Manaus

    Obras do viaduto do Manoa em Manaus chegam a 80% das adequações

    Pontes de madeira da Praça 14 são revitalizadas em Manaus