Fonte: OpenWeather

    Transtorno do Espectro Autista


    Espaço atende pessoas com Transtorno do Espectro Autista em Manaus

    O espaço conta com psicólogos, pediatras, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, odontólogos, pediatras, assistentes sociais e profissionais de educação física adaptada

     

    Atualmente, a unidade tem 3.610 crianças e adolescentes cadastrados
    Atualmente, a unidade tem 3.610 crianças e adolescentes cadastrados | Foto: Altemar Alcântara / Semcom

    Manaus (AM) - No “Abril Azul”, mês de conscientização sobre o autismo, a gestão do prefeito David Almeida está reforçando a importância do acolhimento das pessoas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), por meio do Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar), localizado no bairro Alvorada II, zona Centro-Oeste.

    Atualmente, a unidade tem 3.610 crianças e adolescentes cadastrados. O Eamaar possui cinco salas de atendimento, área de lazer com quadra poliesportiva, piscina, playground além de consultório odontológico e clínico.

    O espaço conta com psicólogos, pediatras, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, odontólogos, pediatras, assistentes sociais e profissionais de educação física adaptada.

    Conta ainda com profissionais de educação como psicopedagogos, pedagogos e professores de educação especial. Por conta da pandemia da Covid-19, o atendimento está sendo feito mediante agendamento.

    “Nós atendemos crianças a partir dos seis meses de idade até os 14 anos. É um espaço especializado e que durante esse período de pandemia está atuando mediante atendimento agendado. Importante que os pais ou responsáveis, ao detectarem qualquer diferença de comportamento, procurem o médico. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento. Quanto mais cedo acontecer o diagnóstico, mais cedo acontecerá o desenvolvimento e o processo de inclusão”, afirmou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos, Graça Prola.

    O autismo é uma síndrome caracterizada por problemas na comunicação, na socialização e no comportamento.

    O atendimento feito no Espaço Amigo Ruy é gratuito, feito mediante encaminhamento clínico ou pediátrico. Para a pedagoga Jamaika Feitoza, mãe do pequeno Joseph, o mês de abril é importante, mas o respeito ao autista deve ser o ano inteiro.

    “É preciso que a sociedade olhe pro autista com o olhar da compreensão, não com críticas. Muitas vezes as pessoas dizem que a criança é mimada, é birrenta. E não é assim. Precisamos de menos julgamentos e mais amor”, finalizou.

    O Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy está localizado na rua 18, Alvorada 2, atrás do Banco do Brasil. Mais informações no telefone (92) 98842-1015.

    *Em Tempo com informações da assessoria

    Leia mais:

    No Dia Mundial da Saúde, ginecologista chama atenção para cuidados

    Estudo mostra a eficácia da Coronavac contra a variante P.1

    Terceira onda da Covid-19 no Amazonas pode começar em junho