Fonte: OpenWeather

    Iniciação científica


    Fapeam aumenta cota de apoio para iniciação científica no Amazonas

    O lançamento do edital do PAIC está previsto para acontecer ainda no mês de maio. A implementação das bolsas deve ocorrer a partir de agosto

    Iniciação científica
    Iniciação científica | Foto: Divulgação

    Manaus -Após investimento da ordem de R$ 26,6 milhões de recursos próprios, nos primeiros meses deste ano, por meio do lançamento dos editais dos programas de fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) anuncia nova conquista.

    A cota de bolsas do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic) será ampliada. A decisão foi divulgada durante reunião da Câmara de Pesquisa da fundação.

    O lançamento do edital do Paic está previsto para acontecer ainda no mês de maio. A implementação das bolsas deve ocorrer a partir de agosto.

    A quantidade das bolsas saltará de 773 para 1000 – adicional de 227, o que representa um aumento de aproximadamente 30%.

    De acordo com o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, essa decisão fortalece ainda mais as ações governamentais no sentido de promover o desenvolvimento da pesquisa e o estímulo à iniciação científica nas instituições do Estado.

    Ele esclarece ainda que as novas vagas serão proporcionalmente distribuídas entre as instituições de pesquisa e/ou ensino superior com atuação no Estado.

    Apresentação de carta-proposta

    No caso do Paic, o processo de seleção das propostas abrange duas etapas. A primeira consiste na apresentação de carta de manifestação de interesse assinada pelo dirigente da instituição proponente, acompanhada do plano de implantação ou consolidação.

    Plano de trabalho

    A etapa posterior compreende apresentação do plano de trabalho de cada um dos bolsistas para implementação das bolsas e declaração com a lista nominal dos bolsistas referentes à cota de contrapartida da instituição.

    O Paic prevê adicionalmente a concessão de auxílio-pesquisa, correspondente a um percentual do total de bolsas implementadas em cada instituição para apoio à execução de ações relacionadas à atividade-fim do programa.  O período de concessão da cota de bolsas será de 12 meses. As instituições beneficiadas devem assumir, obrigatoriamente, contrapartida adicional tanto referente às cotas de bolsas quanto do auxílio-pesquisa.

     NÚMEROS: 227

    será a quantidade  adicional ao número total de bolsas patrocinadas pela Fapeam, que hoje já mantém 773 voltadas para pesquisa e inovação