Fonte: OpenWeather

    Mega inovação


    Fabricante de pilhas lança celular com bateria que pode durar 5 dias

    A tela dele tem 5,99 polegadas de proporção 18:9 (bordas finas) e resolução Full HD

    A Energizer promete lançar o P16K Pro em setembro com Android 8.0 Oreo instalado. O preço ainda não foi definido. | Foto: Divulgação

    Brasil - Energizer é uma famosa marca de pilhas dos Estados Unidos que, durante a Mobile World Congress - um dos maiores eventos sobre tecnologia móvel do mundo, realizado nesta semana em Barcelona -, decidiu apostar em outra categoria de produto: celulares.

    O Power Max P16K Pro é o mais novo smartphone da empresa, e para seguir a tradição, vem com foco na bateria. A célula de energia do celular tem impressionantes 16.000 mAh de potência e promete durar cinco dias longe da tomada.

    Como comparação, o smartphone mais badalado da MWC, o Galaxy S9+, da Samsung, vem com uma bateria de 3.500 mAh. Outros aparelhos top de linha do mercado vêm com mais ou menos o mesmo volume de miliamperes-hora, raramente passando dos 4.000 mAh.

    Leia também: CNH Digital passa a valer no Amazonas e beneficiará 200 mil motoristas

    A contrapartida de uma bateria tão grande é a espessura do celular. O GSMArena e o Mashable tiveram acesso ao P16K Pro durante a MWC e divulgaram fotos que comparam o tamanho do celular da Energizer ao de um mais comum, como um iPhone.

    A fabricante não quis divulgar a medida exata, mas o GSMArena calcula que o P16K Pro tem cerca de 15,2 milímetros de espessura e 300 gramas. Como comparação, o iPhone 8 tem 7,3 milímetros de espessura e pesa menos de 150 gramas.

    O dispositivo levado à MWC não estava funcionando, já que era apenas uma unidade de demonstração, e por isso não pode ser avaliado em ação. Mas a Energizer adiantou mais algumas das especificações técnicas do smartphone.

    A tela dele tem 5,99 polegadas de proporção 18:9 (bordas finas) e resolução Full HD. Além disso, o aparelho tem quatro câmeras: duas atrás (13 MP + 5 MP) e duas na frente (16 MP + 13 MP). A função exata das câmeras duplas não foi revelada.

    Por dentro há um processador Helio P23, da MediaTek, acompanhado de 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, com espaço para cartão microSD. Ele tem também um leitor de impressões digitais na traseira e conector USB-C para o carregador de 12V.

    A Energizer promete lançar o P16K Pro em setembro com Android 8.0 Oreo instalado. O preço ainda não foi definido, mas um porta-voz da empresa disse ao Mashable que ele deve custar cerca de US$ 500, o que equivale a pouco mais de R$ 1,6 mil.


    Leia mais:

    IPhone X é um dos itens mais comprado por brasileiros no exterior

    Peixes-bois são soltos nos rios da Amazônia após avaliação clínica

    Tem celular pirata? Anatel começa a bloquear celulares no Brasil