Fonte: OpenWeather

    Luz na Infância 2


    Polícia faz operação contra pedofilia em 24 estados e em Brasília

    Cerca de 2,6 mil policiais civis cumprem mais de 500 mandados de busca e apreensão

    Na primeira fase da operação, em 2017, 21 pessoas foram presas
    Na primeira fase da operação, em 2017, 21 pessoas foram presas | Foto: Getty Images/Imgorthand

    O Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP) deflagrou, nesta quinta-feira (17), a Operação Luz na Infância 2. Cerca de 2,6 mil policiais civis cumprem mais de 500 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

    De acordo com nota do ministério, suspeitos já estão sendo presos em flagrante. Os alvos foram identificados por meio de material obtido em ambientes virtuais. De acordo com os investigadores, esse material representa “indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva”.

    Leia também: Técnico de ginástica acusado de abusos sexuais será o último a depor

    A operação está sendo deflagrada em parceria com as Polícias Civis do Distrito Federal e de 24 estados.

    Última operação

    No dia 26 de abril deste ano, a Polícia Federal deflagrou a Operação #Undergound 2 para combater a pornografia infantil. Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e dez de prisão preventiva nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Maranhão e Acre. Na primeira fase da operação, em 2017, 21 pessoas foram presas.

    De acordo com a corporação, novas investigações resultaram na identificação de um grupo de produtores de material de exploração sexual infantil. Por meio de técnicas modernas de investigação digital, segundo a PF, chegou-se a um grupo integrado por 13 pessoas que se comunicavam pela internet, onde ocorria o comércio das imagens ilícitas.

    Leia mais:

    PF faz operação contra pornografia infantil e pedofilia em 7 Estados

    Mãe é presa por abusar da própria filha e pai é preso por omissão

    Em Tempo cria lista de transmissão de notícias pelo WhatsApp