Fonte: OpenWeather

    Homicídios


    Bombeiros encontram 6 corpos de criminosos na Praia Vermelha, no Rio

    A Polícia Militar (PM) acompanha o resgate e a Polícia Civil informou que vai investigar as mortes

    Até o momento, a corporação não informou a identidade dos mortos
    Até o momento, a corporação não informou a identidade dos mortos | Foto: Divulgação

    Rio de Janeiro - Os corpos de seis pessoas foram encontrados neste domingo (10) na Urca, na zona sul do Rio de Janeiro, pelo Corpo de Bombeiros. Todos foram retirados das pedras, na Praia Vermelha. A região é de difícil acesso.

    São responsáveis pela operação os grupamentos marítimos de Botafogo e de Copacabana e o quartel do Humaitá. Até o momento, a corporação não informou a identidade dos mortos. A Polícia Militar (PM) acompanha o resgate e a Polícia Civil informou que vai investigar as mortes.

    Um grupo de familiares dos mortos está no local do resgate. Os corpos seriam de criminosos alvejados em confrontos semana passada.

    Leia também: Sobe para oito total de mortos em naufrágio no Rio de Janeiro

    Nos últimos dias, a Urca presenciou intenso tiroteio, durante confronto entre policiais militares e criminosos das favelas Chapéu Mangueira e Babilônia, próximo ao Bondinho do Pão de Açúcar.

    Armas apreendidas

    Imagens de pessoas fugindo por um costão indicam, preliminarmente, que bandidos atravessaram a mata. Na operação da PM foram apreendidos seis fuzis.

    Por causa do intenso tiroteio, o serviço do bondinho, que fica na Urca, precisou ser interrompido por horas na sexta-feira, assustando turistas e moradores, em meio a um tiroteio.

    No mesmo dia, o aeroporto Santos Dumont, no centro, ficou fechado por 15 minutos, por volta das 15h. A Urca, onde foram encontrados os corpos, após os tiroteios, é usada como rota pelos aviões que chegam à cidade e pousam no Santos Dumont.

    O fechamento do Bondinho e do aeroporto provocou reação da sociedade e do meio turístico, que questionaram a atuação da forças da intervenção federal, que, no próximo sábado (16), completa quatro meses no Rio de Janeiro.

    Leia mais:

    Bombeiros e Marinha retomam buscas por desaparecidos de naufrágio

    PRF apreende 28 quilos de droga em Planaltina, no Distrito Federal

    Em Tempo cria lista de transmissão de notícias pelo WhatsApp