Fonte: OpenWeather

    Tragédia


    Professora de dança morre após ser atropelada 2 vezes

    Alessandra de Andrade foi morta na rodovia Anchieta, em Santos, enquanto voltava para casa depois de uma apresentação

    O caso foi registrado como homicídio culposo e fuga do local pelo 5º DP da cidade santista | Foto: Divulgação

    Uma professora de educação física morreu após ser atropelada duas vezes seguidas, na madrugada deste sábado (2), na rodovia Anchieta, no Piratininga, em Santos (72 km de SP).

    Alessandra Domingos de Andrade, de 43 anos, voltava de uma apresentação que havia realizado no Sesi (Serviço Social da Indústria) de Santos, onde dava aulas de dança e de ginástica.

    Segundo a polícia, ela foi atingida por um veículo por volta das 4h50, enquanto pilotava uma moto modelo Suzuki Burgman. O motorista que a atingiu fugiu e ainda não foi identificado.

    Leia também: Deficientes são alvos de violência e preconceito pela população

    Após o acidente, um homem de 32 anos que passava pelo local em uma Ecosport parou para ajudar a vítima. Enquanto ele tentava socorrê-la, o carro dele foi atingido por um Celta e caiu em cima de Alessandra, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

    O motorista do Celta, de 34 anos, contou à polícia que tentou parar, mas não conseguiu. Ele e o condutor da Ecosport foram ouvidos pela polícia e liberados.

    O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo e fuga do local de acidente na Delegacia Seccional de Santos e será investigado no 5º DP da cidade do litoral.

    Leia mais

    Nova biografia de Sílvio Santos chega às livrarias

    Eleição de 2018 terá 30 mil urnas eletrônicas com voto impresso

    PT e PMDB fazem aliança de olho nas eleições de 2018