Fonte: OpenWeather

    Cotidiano


    CBF entrega contratos investigados pelos EUA ao Ministério Público

    A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) informou no fim da tarde desta quinta (28) que entregou espontaneamente ao Ministério Público Federal contratos que são alvos de investigação do Departamento de Justiça dos EUA.

    Os documentos são o acordo da entidade com a Nike, para fornecimento de material esportivo e patrocínio, e com as empresas de marketing esportivo Traffic Sports e Klefer para comercialização dos direitos da Copa do Brasil até 2022, torneio de clubes que a CBF organiza anualmente.

    Segundo o comunicado, os documentos foram protocolados e endereçados ao procurador-chefe do Ministério Público Federal do Rio, Lauro Coelho Júnior.

    A Justiça dos EUA investiga pagamento de propina das empresas de marketing esportivo a altos dirigentes da CBF para o acerto dos contratos citados.

    Ex-presidente da CBF de março de 2012 a abril de 2014, José Maria Marin é citado nominalmente nos documentos divulgados pelos EUA e está preso na Suíça. Há indícios de que os outros dois altos dirigentes são Marco Polo Del Nero, atual presidente da entidade, e Ricardo Teixeira, que comandou a CBF de 1989 a 2012.

    Por Folhapress

    Mais lidas

    1. Amazonas Em Tempo: 30 anos de comunicação em evolução

    2. Número de mortos de atentado duplo na Somália chega a 300

    3. Temer condena ataque terrorista na Somália

    4. Incêndios voltam a atingir Portugal e Espanha e deixam 36 mortos

    5. Trump é intimado a mostrar documentos sobre acusação de assédio sexual