Fonte: OpenWeather

    Cotidiano


    Obama pede a Putin redução dos combates no leste da Ucrânia

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em uma conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu que tome medidas para evitar o crescimento dos combates no leste da Ucrânia.

    Obama solicitou que Putin adote ações para evitar um aumento acentuado nos combates no leste da Ucrânia e salientou a necessidade urgente de se avançar com a plena implementação dos acordos Minsk, disse ontem (6) a Casa Branca em um comunicado.

    Anteriormente, o serviço de imprensa do Kremlin informou que Putin, em uma conversa com Obama, "reiterou a importância da estrita conformidade com os acordos Minsk por parte de Kiev… incluindo o estabelecimento de um diálogo direto real com as regiões de Donetsk e Lugansk, prestação de anistia e um estatuto especial para Donetsk e Lugansk, além do desenvolvimento conjunto da lei sobre as eleições locais".

    Há mais de dois anos, o leste da Ucrânia está mergulhado em um conflito entre as forças de Kiev e as autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk.

    A Organização das Nações Unidas estima mais de 9.400 mortos e mais de 21.800 feridos nos conflitos. Apesar do regime de cessar-fogo estar em vigor, são constantes os relatos de violação.

    Por Agência Brasil

    Mais lidas

    1. Sanduíches com tamanhos e sabores diferenciados

    2. Ação itinerante da Prefeitura de Manaus atende mais de 5 mil pessoas no Novo Aleixo

    3. Amazonas Em Tempo: 30 anos de comunicação em evolução

    4. Número de mortos de atentado duplo na Somália chega a 300

    5. Temer condena ataque terrorista na Somália