Fonte: OpenWeather

    Cotidiano


    Sobe para 50 o número de mortos em ataque a casamento na Turquia

    O número de mortos no atentado contra um casamento em Gaziantep, no sudeste da Turquia, neste sábado (20), subiu para 50 pessoas, segundo o governador da província Ali Yerlikaya. O número de feridos, que beira um centena, não foi quantificado.

    Restos de um colete de explosivos encontrados no local confirmaram a suspeita de um ataque suicida a bomba, que explodiu à noite, enquanto os convidados celebravam o casamento.

    O presidente turco Recep Tayyip Erdogan afirmou neste domingo (21) que o grupo terrorista Estado Islâmico é, provavelmente, o autor do ataque.

    No comunicado, Erdogan afirmou que não há "nenhuma diferença" entre o clérigo muçulmano Fetullah Gulen - acusado pela Turquia de ser o mentor da tentativa fracassada de golpe, em julho-, os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e o grupo jihadista Estado Islâmico.

    "Nosso país, nossa nação, só pode reiterar uma mensagem a quem nos ataca: fracassarão!", escreveu o presidente.

    De acordo com autoridades turcas, o casamento ao ar livre foi promovido em um bairro de Gaziantep com grande concentração curda, o que reforça as suspeitas de um ataque jihadista.

    Segunda a agência de notícias Dogan, os noivos são de Siirt, mais a leste da Turquia, região povoada por curdos. O casal ficou ferido no atentado e segue hospitalizado, mas sem risco de vida.

    Por Folhapress