Fonte: OpenWeather

    Cotidiano


    Síria e Rússia interrompem bombardeios em Aleppo

    O fim dos ataques aéreos têm como objetivo fazer com que a população, principalmente crianças e feridos, e milícias possam sair da cidade através de seis corredores montados para a evacuação - foto: reprodução/internet
    O fim dos ataques aéreos têm como objetivo fazer com que a população, principalmente crianças e feridos, e milícias possam sair da cidade através de seis corredores montados para a evacuação - foto: reprodução/internet

    As forças russas e sírias interromperam nas últimas horas os ataques aéreos contra Aleppo para que a população e as milícias moderadas possam deixar a cidade. Esta é uma preparação para a trégua humanitária que vigorará por oito horas amanhã (20). As informações são da agência Ansa.

    "O cessar-fogo antecipado dos bombardeios é necessário para introduzir a pausa humanitária de 20 de outubro", explicou o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.

    O fim dos ataques aéreos têm como objetivo fazer com que a população, principalmente crianças e feridos, e milícias possam sair da cidade através de seis corredores montados para a evacuação. "Para o início da pausa humanitária, as tropas sírias serão retiradas a uma distância que permite os milicianos deixarem Aleppo sem obstáculos", disse Shoigu. "A pausa garante a saída dos cidadãos de modo pacífico através de seis corredores e prepara a evacuação dos doentes e feridos de Aleppo".


    Agência Ansa

    Mais lidas

    1. Número de mortos de atentado duplo na Somália chega a 300

    2. Temer condena ataque terrorista na Somália

    3. Incêndios voltam a atingir Portugal e Espanha e deixam 36 mortos

    4. Trump é intimado a mostrar documentos sobre acusação de assédio sexual

    5. Papa Francisco anuncia sínodo dedicado à Amazônia