Fonte: OpenWeather

    Cinema


    'De volta ao Jurassic World’ estreia no Brasil no dia 21 de junho

    A saga dos dinossauros está de volta. Desta vez há um vulcão prestes a entrar em erupção e os animais estão soltos na ilha

    | Foto: Divulgação

    Neste mês, o filme “Jurassic Park – Parque dos Dinossauros”, que o cineasta Steven Spielberg dirigiu em 1993, completou 25 anos de lançamento. O longa, baseado em romance de Michael Crichton, que também escreveu o roteiro, contava como uma equipe de cientistas que trazia de volta à vida diversas espécies de dinossauros – entre elas o temido Tiranossauro Rex.

    O destino das criaturas era ser atrações de um parque de entretenimento montado numa ilha, e é claro que nem tudo saiu como fora planejado.

    “Jurassic Park” foi sucesso de bilheteria, conquistou o Oscar em três categorias (melhor som, efeitos sonoros e efeitos visuais, este último para lá de merecido) e ainda rendeu duas sequências: “O Mundo Perdido” (1997) e “Jurassic Park III” (2001). E, em 2015, o tal parque voltou à ativa como “Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros”. Desta vez, a ameaça à tranquilidade dos visitantes e dos responsáveis pelo empreendimento era um dinossauro híbrido.

    Alçado à categoria de grande astro do cinema graças à aventura “Guardiões da Galáxia”, dos estúdios Marvel, o ator Chris Pratt foi o escolhido para viver Owen, um treinador de dinossauros, mais especificamente dos velociraptors, espécie tão temida como o Rex.

    Como filme de ação com pitadas de suspense, é inegável que “Jurassic World” utilizou (ou repetiu, copiou, o que você quiser) vários elementos presentes em “Jurassic Park”, e não há nada de errado nisso: o resultado são dois longas de entretenimento muito bem feitos.

    E “Jurassic World”, a exemplo do primeiro filme da franquia, também se deu bem nas bilheterias mundo afora. Logo, por que não mais um filme?

    Jurassic World: Reino Ameaçado chega às telas

    “Jurassic World: Reino Ameaçado” chega aos cinemas em pré-estreia com gosto de estreia hoje (a data oficial da estreia no Brasil é o próximo dia 21).

    Chris Pratt interpreta Owen mais uma vez e, quatro anos após o fechamento do parque dos dinossauros, que agora vivem soltos na ilha, um vulcão está prestes a entrar em erupção. O treinador e a funcionária Claire – mais uma vez na pele da atriz Bryce Dallas Howard, de “Histórias Cruzadas” – decidem retornar à ilha para salvar as criaturas e evitar que sejam extintas mais uma vez. Quem viu o trailer já deve saber onde os dinossauros vão acabar desembarcando.

    “Jurassic World: Reino Ameaçado” será exibido em versões 2D e 3D, em cópias dubladas e legendadas. A classificação etária é 12 anos.

    Leia mais:

    Xande dos Pilares se apresenta em Manaus no próximo sábado (16)

    Nova casa noturna será inaugurada nesta quinta em Manaus

    Caixa divulga novo calendário de pagamento das cotas do PIS