Fonte: OpenWeather

    Cultura


    'Chefs do Bem' promove feijoada para ajudar Lar Batista Janell Doyle

    A Cachaçaria do Dedé é a patrocinadora da ‘Feijoada Beneficente Encontro das Águas’, que será realizada no próximo feriado da padroeira do Amazonas, Nossa Senhora da Conceição, terça-feira (8). O evento começa às 11h, no Clube do Trabalhador do Sesi, na alameda Cosme Ferreira, Zona Leste de Manaus.

    A partir da arrecadação com a venda dos ingressos, os organizadores pretendem ajudar o Lar Batista Janell Doyle, que atende mais de 30 crianças em situação de risco e vulnerabilidade social, além de seus familiares.

    O grupo ‘Chefs do Bem’ reúne chefs que gostam de desenvolver eventos beneficentes: Dedé Parente, Carlos Oliveira, Nelson Tubino, Mônica Bastos e João Almeida. Além dos conceituados profissionais, alunos de Gastronomia da Faculdade Fametro também estarão presentes.

    Para participar da feijoada é necessário adquirir o ingresso em uma das lojas da Cachaçaria do Dedé, na Zona Centro-Sul, ou falar com a Magaly, administradora da casa, pelo telefone (92) 99214 8949. Cada ingresso custa R$50.

    Segundo o chef Dedé Parente, um dos idealizadores do projeto, a primeira edição realizada há três anos conseguiu arrecadar R$18 mil para o Janell Doyle. No meio deste ano pouco mais de R$29 mil foram conseguidos e doados para ONG Roger Cunha que atende adolescentes da periferia. Dedé fala com orgulho que pretende ultrapassar a meta anterior.

    "Eu tenho esperança que nós vamos conseguir angariar R$40 mil para dar ao Janell Doyle", afirmou.

    A Cachaçaria do Dedé é mantenedora do projeto desde o início. Todos os ingredientes da feijoada e pessoal para servir são disponibilizados pela empresa.

    Mais lidas

    1. Grafiteiro do Amazonas representa o Brasil em evento internacional

    2. Casarão de Ideias comercializa produtos exclusivos

    3. Para quem é fã de café e cultura: Sebo é inaugurado na zona Sul de Manaus

    4. Estilista amazonense lança coleção inspirada em clássicos dos filme de terror

    5. Youtubers mirins: os novos profissionais da era digital