Fonte: OpenWeather

    Cultura


    Em Manaus, Marcelo Mourão ministra masterclass aos alunos do Cláudio Santoro

    MARCELOMOURAO_DIVULG
    O curso será no Ideal Clube (Teatro Gebes Medeiros), para alunos de dança do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro - foto: divulgação

    O artista amazonense Marcelo Mourão Gomes, radicado nos Estados Unidos, onde atua como primeiro bailarino do American Ballet Theatre, em Nova York, chega a Manaus no próximo dia 8 de agosto para os ajustes necessários para a apresentação do espetáculo “Marcelo Mourão Gomes no Teatro Amazonas”, que acontece em três sessões: dias 12 e 13, às 20h, e dia 14, às 17h. Antes disso, contudo, Gomes ministra masterclass, no Ideal Clube (Teatro Gebes Medeiros), para alunos de dança do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, instituição mantida pelo governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

    O bailarino praticamente aterrissa na capital amazonense para o encontro com os jovens alunos, que estão na faixa etária de 14 a 22 anos, selecionados pelo coreógrafo Baldoíno Leite, que coordena as aulas no liceu. A aula acontece no dia 8 de agosto, das 16h às 18h. Ao todo, o masterclass deve contar com 30 participantes, incluindo participação de alguns dos integrantes do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas, que é coordenado por Monique Andrade.

    De acordo com Marcelo Mourão Gomes, os alunos poderão ouvir mais sobre o universo do balé clássico, incluindo assuntos como a origem dessa expressão artística, movimentos corporais, postura, e como o público internacional abraça o balé, em seu caráter artístico-cultural e profissional.

    Segundo o bailarino, a oportunidade é muito significativa. “Passar o que a gente tem de conhecimento é sempre uma satisfação, porque é a extensão de nossas conquistas pessoais. E fazer isso acontecer na minha cidade do coração é ainda mais valioso. Espero que todos aproveitem da melhor forma esse momento que, se depender de mim, será muito especial”, afirma Marcelo Mourão Gomes, que sempre que vem à capital amazonense busca aproximação com estudantes e grupos de dança da cidade, promovendo momentos de aprendizado e troca de experiências, como durante sua visita à Associação Belas Artes do Amazonas (Belarte), em 2011.