Fonte: OpenWeather

    Cultura


    Evento literário fomenta cenário cultural em Manaus

    No próximo domingo (dia 16 de julho) será realizado no auditório da livraria Saraiva do Shopping Manauara, às 16h, o primeiro “Caboquinha (os) Literárias (os)”, evento sem fins lucrativos, organizado por leitores de Manaus, com o objetivo de incentivar a literatura nacional.

    A pedagoga Ivany Silva, 38 anos, é uma das organizadoras do evento. Ela explica que a iniciativa surgiu em encontros realizados por um grupo de leitoras. “Nos conhecemos em um evento patrocinado por uma editora. A partir dali, criamos um grupo no whatsapp e começamos a trocar ideias. Esse evento é uma consequência disso e será o primeiro de muitos que pretendemos fazer”, afirma.

    A necessidade de eventos literários locais foi a motivação inicial dos organizadores. “Temos poucos eventos voltados para a literatura em Manaus. Além disso, estamos longe do eixo Rio-São Paulo, o que dificulta também o contato com grandes ações literárias, como as bienais. Nosso sonho é mostrar que Manaus também tem um grande público leitor e, quem sabe um dia, ter a nossa própria Bienal. Queremos conquistar mais leitores, que venham participar conosco desse sonho. Afinal, incentivar a leitura é uma responsabilidade social de todos nós”, ressalta.

    Leia também: Manuscritos de obras do escritor Machado de Assis estão disponíveis na internet

    Para tornar possível a realização do evento, o grupo entrou em contato com diversas editoras e autores independentes, convidando para participar da iniciativa. “Fomos bem recepcionados pela maioria das pessoas que procuramos. O que nos dá a certeza de que essa primeira edição será um sucesso. Teremos sorteios, brindes, brincadeiras, bate papo com alguns autores e uma míni palestra a cargo da escritora Luísa Aranha, que vai falar sobre autores nacionais e as plataformas digitais”, informa Ivany.

    O grupo espera a presença de cerca de 50 pessoas no local. O evento é totalmente gratuito e não tem fins lucrativos. Está sendo custeado pelos membros do grupo, com o apoio das editoras Record, Pedrazul e Coerência e das escritoras independentes Ana Rita Cunha e Luísa Aranha, ambas residentes de Manaus e mais vários autores independentes em nível nacional.

    Leia mais:

    Barco ‘Ler para Crescer’ leva livros e esperança para ribeirinhos

    Brasil e Portugal criam prêmio de literatura infanto-juvenil

    Crônicas inéditas de José de Alencar são lançadas em livro