Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Nova Esperança fica até onze horas sem energia

    Comerciante mostra produtos perdidos com a constante falta de energia no Nova Esperança : foto - reprodução
    Comerciante mostra produtos perdidos com a constante falta de energia no Nova Esperança : foto - reprodução

    Após sete noites sem energia, moradores da rua Portugal, Nova Esperança, Zona Oeste, denunciaram a situação em que se encontram, que vai desde noites sem dormir até prejuízo financeiro.

    De acordo com os moradores, o fornecimento de energia geralmente para no meio da noite e volta só no início da manhã. “O que mais me revolta é que por mais que liguemos para a concessionaria, não aparece ninguém e o problema se repete a cada dia, prejudicando todo mundo do bairro”, relatou o morador Cedemar Alves, 45. “No telefone, eles sempre dão a mesma resposta: que estão mandando um carro”, contou.

    O morador Elvis Fisher, 35, afirma que a concessionária Amazonas Energia faz um trabalho paliativo no bairro, que possui fios de transmisssão bastante deteriorados. “Queremos fazer um abaixo-assinado para trocar toda essa fiação. Isso é um serviço pesado que não querem fazer”, disse. “Nesta quarta-feira (27), depois de 11 horas sem energia, a equipe apareceu só para esticar o fio”, afirmou.

    Na última falta de energia, uma moradora relata que teve a casa invadida por faíscas de alta-tensão, deixando buracos na parede. “Foi algo horrível. De noite, dois fios se encostaram e começaram a soltar faíscas em cima da minha casa, deixando buracos como se fossem tiros nas paredes”, contou.

    Comerciantes

    Além dos moradores, os comerciantes têm vivido tensos, com a expectativa de ter produtos estragados e equipamentos queimados em uma dessas quedas.

    O comerciante João Carlos Saldanha, 52, conta que já planeja se mudar do local.  “Já não bastava eu ter que me preocupar com o bem-estar do meu filho pequeno, tenho também que me preocupar a cada queda elétrica com os equipamentos do meu comércio”, contou. “Já perdi 10 caixas de frangos, o que me custou cerca de mais 900 reais”, concluiu.

    Perto de perder mais de R$ 2 mil de carne, o comerciante José Stenio, 49, afirmou que se preocupa também com os equipamentos de seu açougue. “Com esse constante vai e vem de energia, posso perder meu freezer. Aí são R$ 7 mil de dano”, afirmou. “Pago todo mês a minha energia e tenho que aguentar isso”, disse.

    Resposta

    Por meio de sua assessoria, a Eletrobras Amazonas Energia informou que a reclamação foi recebida na manhã da quarta-feira (27), onde os próprios moradores não estariam permitindo a realização do serviço de recuperação do transformador que atende o circuito.

    A empresa nformou ainda que por meio de um contato telefônico com alguns moradores, foi permitida a permanência no local de duas equipes, que fizeram serviço de destrançamento de condutores, recuperação e tensionamento de rede, substituição de conectores e amarrações e retirada de clandestinos da rede, sendo o serviço encerrado às 13h, quando houve o retorno do fornecimento de energia.

    A concessionária reforçou que em caso de interrupções de energia e perdas de eletrodomésticos é necessário que o consumidor entre em contato com a empresa por meio do 0800-701-3001, informando o número de seu código único (número que consta na fatura de energia elétrica).

    Por Bruno Graça (Jornal EM TEMPO )