Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Carreteiro tem a cabeça decapitada em acidente entre carro e moto na BR-174

    Por volta das 11h30, a motocicleta modelo Honda - XKE300, cor vermelha, placa NPA-9994, na qual o carreteiro estava como garupa, colidiu com um veículo modelo Siena de placas NOP-5953 - foto: Josemar Antunes
    Por volta das 11h30, a motocicleta modelo Honda - XKE300, cor vermelha, placa NPA-9994, na qual o carreteiro estava como garupa, colidiu com um veículo modelo Siena de placas NOP-5953 - foto: Josemar Antunes

    O carreteiro Pedro Pimentel da Silva, 50, morreu após ter a cabeça decapitada durante um acidente de trânsito, na manhã deste domingo (14), na altura do quilômetro 894 (antigo quilômetro 10), da rodovia BR-174, que liga Manaus a Boa Vista.

    Conforme agentes do Instituto Médico Legal (IML), a vítima trafegava como garupa, por volta das 11h30, na motocicleta modelo Honda XKE300, de cor vermelha, placa NPA 9994. O pneu do veículo estourou e em seguida o condutor perdeu o equilíbrio, derrapou na pista e arremessou Pedro contra um veículo modelo Siena de placas NOP-5953, que trafegava no sentido contrário, com destino à capital amazonense.

    Segundo o amigo da vítima Paulo Geovanni, 39, também carreteiro, que estava numa motocicleta logo atrás, o acidente ocorreu logo depois que o pneu da motocicleta do seu amigo estourou e o ocasionou o desequilíbrio dos dois ocupantes. Na ocasião, o motorista do Siena não conseguiu desviar a tempo.

    “Eu seguia logo atrás numa certa distância, quando vi o pneu estourar e eles perderem a direção indo contra o carro. O meu amigo que estava na garupa foi arremessado contra o veículo, que por sua vez chegou a tentar desviar, mas não conseguiu”, lamentou.

    O condutor da motocicleta Raimundo Melo Sampaio, 38, foi levado com escoriações nos braços e pernas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Campos Sales, no bairro do mesmo nome, zona oeste de Manaus.

    Conforme o agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Caloã Novellino, que esteve no local para auxiliar os outros condutores na rodovia, a vítima teve a cabeça decapitada com a violência da colisão, após ter o pescoço atingido pelo farol do veículo.

    "A cabeça do homem ficou a cerca de cinco metros de distância do corpo. Chegamos ao local e acionamos a perícia criminal após constatarmos a morte de um dos ocupantes dos veículos envolvidos no acidente", informou Novellino.

    O condutor do Siena, Edcarlos Machado de Alencar, 33, contou que seguia para Manaus depois de sair de um sítio de propriedade de seu pai, quando surgiu o motociclista em sua direção desgovernado.

    "Eu ainda tentei desviar jogando o carro para outro lado da rodovia, mas a colisão foi inevitável devido a velocidade da moto", explicou Edcarlos.

    Além do condutor do Siena, havia mais três pessoas, sendo a namorada de Edcarlos e mais dois amigos do casal. Os três ocupantes não tiveram os nomes e idades revelados. Ninguém ficou ferido.

    Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil realizaram os primeiros procedimentos de investigação do acidente.

    O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo da vítima para exames de necropsia. Após os procedimentos de perícia, o condutor do Siena foi encaminhado ao 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP) para registro de Boletim de Ocorrência (BO), onde também será aguardado o laudo final dos trabalhos de perícia para identificar as causas do acidente.

    Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus