Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Indígenas Kokama são removidos por ação da PM em reintegração de posse

    A área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas- foto: divulgação
    A área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas- foto: divulgação

    Um grupo de indígenas da etnia Kokama realizaram um protesto na manhã desta terça-feira (4) na rodovia Manoel Urbano, quilômetro 82, bairro Novo Manacá, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus) contra a liminar de reintegração de posse de um terreno particular. No início da operação os indígenas enfrentaram a polícia, mas depois atenderam a ordem e foram removidos, bem como os seus pertences.

    Conforme os documentos, a área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas dos ex-empregados da empresa.

    Para a ação, cerca de 125 policiais da especializadas do Choque, da Ronda Cândido Mariano (Rocam), Cavalaria, Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), Comando de Operações Especiais (COE) e Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer), além de 19 viaturas e o helicóptero Águia dois. O contingente do município de Manacapuru, pertencente ao 9º Batalhão da Polícia Militar que participou da ação com 90 policiais.

    Por Conceição Melquíades

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus