Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Ação conjunta resulta na apreensão de 88 quilos de drogas distintas em Coari

    As substâncias ilícitas foram encontradas em um sítio localizado no quilômetro 12, da estrada Coari–Itapeuá - foto: divulgação/Polícia Civil
    As substâncias ilícitas foram encontradas em um sítio localizado no quilômetro 12 da estrada Coari–Itapeuá - foto: divulgação/Polícia Civil

    Durante ação conjunta realizada pela equipe de investigação da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) no município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), 88 quilos de drogas – entre maconha, skunk e pasta base de cocaína – foram apreendidos na tarde desta quarta-feira (26).

    De acordo com a titular da DEP, delegada Ana Oliveira, as substâncias ilícitas foram encontradas em um sítio localizado no quilômetro 12 da estrada Coari–Itapeuá.

    Ainda conforme a delegada, policiais militares que atuam naquele município, coordenados pelo coronel Ronaldo Brito, e cães farejadores disponibilizados pelo Canil da Marinha do Brasil deram reforço à operação, iniciada às 17h30 de ontem.

    Oliveira esclareceu que a apreensão só foi possível em função de denúncias anônimas, relatando que o local funcionava como depósito de entorpecentes. “Fomos informados sobre prática ilícita naquela região e a partir disso iniciamos as investigações para checarmos a veracidade da denúncia”, afirmou.

    Os policiais montaram campana no lugar e observaram a presença de um caseiro no sítio. Eles relataram que o homem fugiu ao perceber a aproximação deles. “Encontramos 88 quilos de drogas no endereço informado. O caseiro que estava trabalhando no momento da operação conseguiu empreender fuga. No entanto, abrimos um inquérito policial com intuito de identificar o proprietário do sítio e tomarmos todas as providências cabíveis”, disse Oliveira.

    Segundo a delegada, as drogas foram incineradas na noite de ontem, por volta das 21h, na Olaria Nova Cerâmica, situada no bairro Nova União, naquele município. O procedimento foi acompanhado pelo promotor de Justiça de Coari, Felipe Fish; delegado Carlos Augusto; diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI); além de policiais civis que atuam na delegacia de Coari.

    Com informações da assessoria

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus