Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Na Chapada, após chamar vizinho de ‘corno’, industriário leva três facadas e morre em hospital

    O industriário Gabriel Oliveira de Souza, 26, morreu neste domingo (4), no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul, em consequência de três facadas desferidas por um ‘amigo’, na noite do último sábado (3).

    O crime aconteceu por volta das 20h58, na rua José Belém (antiga Pedro Teixeira), bairro Chapada, Zona Centro-Oeste de Manaus, após a vítima chamar o vizinho, identificado como Edson Guedes Coelho, de ‘corno’.

    O homem não gostou da ‘brincadeira’ e ameaçou Gabriel de morte, porém, este não se intimidou e continuou na rua, quando foi surpreendido com as facadas pelas costas. A vítima ainda tentou se defender da fúria de Edson, mas acabou sendo golpes por diversas vezes.

    “Ainda estamos sem entender, pois eles se conheciam há bastante tempo. Ambos tinham este tom de brincadeira e nunca levavam a sério”, comentou um membro da família da vítima, que preferiu não se identificar.

    Após esfaquear Gabriel, o autor fugiu do local. A vítima foi socorrida pelos vizinhos e familiares e levada ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã de domingo (4) na unidade hospitalar.

    A família da vítima informou que Edson, suspeito de ter cometido o assassinato, é usuário de drogas e temem que ele fuja para outra cidade, já que é natural do Estado do Pará.

    O corpo de Gabriel foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). A equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) abriu inquérito e apura o caso.

    Por Josemar Antunes

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus