Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Alunos da zona rural criam aplicativo para o transporte fluvial

    Até o momento, mais de 200 linhas do transporte fluvial de Manaus já foram catalogadas.
    Até o momento, mais de 200 linhas do transporte fluvial de Manaus já foram catalogadas.

    Com a proposta de informar às pessoas que utilizam o transporte fluvial em Manaus os horários, dias e locais de saída das embarcações da cidade, quatro alunos da Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo estão desenvolvendo o aplicativo (app) ‘Transporte Fluvial de Manaus’, que será disponibilizado gratuitamente para smartphones nas plataformas Android, IOS e Windows. O lançamento do app está previsto para o final de novembro.

    A ideia surgiu de um problema recorrente para os alunos da unidade de ensino, que fica localizada na comunidade Jatuarana, no rio Amazonas: todas às vezes que eles vêm à cidade, a falta de informação sobre o horário e local de saída das embarcações atrasa o processo.

    O projeto é desenvolvido por meio do Programa Ciência na Escola (PCE), subsidiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), que destina uma verba mensal para a manutenção das pesquisas e compra de materiais. Até o momento, mais de 200 linhas do transporte fluvial de Manaus já foram catalogadas. O aplicativo terá seis informações: nome da embarcação; destino; escalas; hora de saída; tempo de viagem e contato do dono do barco.

    Um dos alunos integrantes do projeto o estudante Washington Cunha, 10, do 6º ano do Ensino Fundamental, contou que seu pai já sofreu com a falta de informação nos portos de Manaus. "Muitas pessoas viajam de barco e com esse aplicativo terão mais facilidade para saber que horas a embarcação sai, ajudando as pessoas a não perderem a viagem. O meu pai já perdeu três vezes o barco vindo do Pará para Manaus. Se tivesse esse aplicativo na época, ele não perdia”, destacou.

    O coordenador do projeto, professor Ademar Lima, explicou que o app, depois de baixado, poderá ser usado de forma off-line. A medida foi planejada em virtude das pessoas no interior do Estado que têm dificuldade de acesso à internet.

    “Nós procuramos essas informações na administração do Porto de Manaus e na Marinha mercante, mas como eles não as possuem, fomos a campo coletá-las. Mais de 200 mil pessoas utilizam o transporte fluvial por ano em Manaus, ou seja, é um dos meios de transporte mais importantes da cidade. Nós percebemos essa necessidade de criar esse aplicativo para facilitar a questão de mobilidade urbana”, disse, ao lembrar que 30 alunos passaram por uma seletiva para participar das pesquisas. Cada estudante recebe uma ajuda de custo de R$ 120 reais por mês.

    Com informações da assessoria de comunicação

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus