Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Dupla suspeita de integrar FDN é presa na Torquato Tapajós com grande quantia em dinheiro

    [image_sliders]
    [image_slider link="full_url_link" source="full_image_source"] Description [/image_slider]
    [image_slider link="full_url_link" source="full_image_source"] Description [/image_slider]
    [image_slider link="full_url_link" source="full_image_source"] Description [/image_slider]
    [/image_sliders]

    A dupla é suspeita de integrar uma quadrilha que já estava sendo monitorada. O bando havia praticado vários roubos a residências na cidade - foto: Josemar Antunes
    A dupla é suspeita de integrar uma quadrilha que já estava sendo monitorada. O bando havia praticado vários roubos a residências na cidade - foto: Josemar Antunes

    A dupla Cleomar Ribeiro de Freitas, vulgo ‘Copinho’, 35, e Edilson Barroso Borges, o 'Louro Penharol', 50, suspeitos de integrar a facção criminosa Família do Norte (FDN), foi presa na manhã desta segunda-feira (21).

    A prisão ocorreu por volta de 11h, na avenida Torquato Tapajós, próximo a comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.  A dupla estava em um veículo Voayge, de cor vermelha, placa não divulgada. Dentro de carro foram apreendidos US$ 6 mi dólares e foram apreendidos R$ 14 mil.

    Conforme o titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Adriano Félix, a dupla é suspeita de integrar uma quadrilha que já estava sendo monitorada. O bando havia praticado vários roubos a residências na cidade e, no último dia 8, invadiu a casa de um empresário, localizada na rua Nossa Senhora de Fátima, bairro São Jorge, Zona Oeste, de onde roubou US$ 20 mil dólares e joias.

    Durante as investigações, dois outros homens, identificados apenas como ‘Jander’ e ‘Wanderlan’, foram presos por roubo a uma residência no bairro São José, Zona Leste, e apontaram ‘Copinho’ como um dos integrantes da quadrilha.

    Ainda segundo o delegado, a quadrilha é composta por pelo menos seis integrantes. Quatro foram presos e os demais devem ser presos a qualquer momento.

    Cleomar foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido na última quinta-feira (15), pela juíza Andréa Jane Silva de Medeiros, da 5ª Vara Criminal.

    Ele foi indiciado pelos crimes de roubo majorado e associação criminosa e encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro. Já Edilson foi indiciado por receptação e encaminhado ao presídio Anísio Jobim.

    Por Josemar Antunes