Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Tristeza no velório de motorista morto em terminal de ônibus no Cidade de Deus, em Manaus

    O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste - foto: Janailton Falcão
    O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste - foto: Janailton Falcão

    Muita tristeza marca neste sábado (2) o velório do motorista Márcio Gama da Silva, 37, morto a facadas em um assalto no ponto final da linha 448, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, na noite de ontem (1º).

    O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste, onde familiares e amigos prestam suas últimas homenagens ao trabalhador.

    Muito abalada pela perda repentina, a esposa de Márcio, Alessandra do Carmo, 38, informou que o casal pretendia realizar uma viagem na próxima semana para o interior do Amazonas, durante o período de férias do trabalho. “Iríamos viajar para o Careiro. O nosso filho mais novo, de oito anos, ainda está sem acreditar. Só chora, não come e nem dorme direito”, lamentou a mulher.

    De acordo com a irmã do motorista, a autônoma Márcia Gama, as últimas lembranças que ficaram do irmão são de uma pessoa alegre e de bem com a vida.

    “Ele era bom irmão, bom pai e bom filho. Nunca respondeu para a nossa mãe. A última lembrança que eu tenho dele é no meu aniversário que ele fez escondido para mim na semana passada. Que saudades eu vou sentir”, disse a autônoma.

    Ainda conforme a esposa de Márcio, os familiares não realizaram a comemoração de virada de ano, na noite do dia 31. Segundo ela, há menos de dois meses, o casal perdeu um filho de 20 anos, após o adolescente sofrer traumatismo craniano no fim do mês de outubro.

    “Não tivemos nem vontade de fazer a festa do Réveillon, porque em outubro ‘enterramos’ nosso filho mais velho. Então, não tínhamos o que comemorar”, concluiu.

    Márcio Gama deixou esposa e dois filhos de 8 e 15 anos, além de uma enteada de 19 anos. O sepultamento está previsto para ocorrer na manhã deste domingo (3), no cemitério Parque Tarumã, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

    Por Luis Henrique Oliveira