Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Prefeitura convoca beneficiários do Bolsa Família que tiveram cancelamento indevido

    A partir de agora, o familiar deverá passar o cartão duas vezes, para que sejam expedidas em cada operação no máximo seis parcelas do benefício - foto: divulgação
    A partir de agora, o familiar deverá passar o cartão duas vezes, para que sejam expedidas em cada operação no máximo seis parcelas do benefício - foto: divulgação

    Um total de 512 famílias beneficiárias do programa Bolsa Família que tiveram os benefícios cancelados indevidamente estão sendo convocadas pela Prefeitura de Manaus para receber o retroativo, junto ao setor de divisão de renda e direitos humanos da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh).

    Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social de Combate à Fome (MDS), os cancelamentos aconteceram por conta de um erro operacional, identificado pela Caixa Econômica Federal, no Sistema de Benefícios ao Cidadão (Sibec). Ao todo 512 famílias passaram pelo processo e retornaram ao programa em dezembro de 2015.

    Para as famílias que se encontram nessa situação foram geradas parcelas retroativas e os responsáveis devem atentar para a mensagem no extrato que aponta ao beneficiário o porquê do cancelamento e indica que ele deverá sacar o retroativo.

    A partir de agora, o familiar deverá passar o cartão duas vezes, para que sejam expedidas em cada operação no máximo seis parcelas do benefício. Se a família tiver mais parcelas para receber, os outros pagamentos serão liberados na segunda operação de saque.

    Caso o responsável familiar não possua o cartão, deve comparecer a uma das agências da Caixa Econômica Federal, com carteira de identidade e o Número de Identificação Social (NIS).

    O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema em todo o país e garante o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.