Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Pedreiro morre em hospital e filho segue internado, após serem alvejados em frente de casa, no Tancredo Neves

    A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso - foto: divulgação
    A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso - foto: divulgação

    O pedreiro Nelson Oliveira Ribeiro,53, morreu na madrugada desta quinta-feira (28), no Hospital-Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste da cidade, após ser alvejado com quatro tiros, em frente à residência dele, no beco Pantanal, bairro Tancredo Neves, também na Zona Leste.

    O crime ocorreu por volta das 1h de hoje. Na ocasião, o filho do pedreiro, um adolescente de 16 anos, também foi alvejado com dois tiros, no peito e no pé e, segue internado no HPS Platão Araújo.

    De acordo com os relatos de testemunhas, a vítima estava em sua residência, quando ouviu chamarem pelo seu nome do lado de fora do portão. No momento em que abriu para ver quem o estava chamando, foi surpreendido com os disparos, efetuados por dois homens não identificados que fugiram a pé.

    De acordo com o Instituo Médico Legal (IML), os quatro tiros atingiram o abdômen e as nádegas do pedreiro.

    Familiares das vítimas, informaram à polícia que acreditam que o pedreiro foi morto por engano, pois Nelson não tinha envolvimento com nenhuma pratica ilícita.

    A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

    Por equipe EM TEMPO Online