Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Um adolescente morre e outro fica ferido em troca de tiros com a polícia durante assalto a ônibus no Terra Nova

    Devido a troca de tiros, dois dos suspeitos ficaram feridos. Arnaldo foi atingido com um tiro no tórax e não resistiu aos ferimentos - foto: divulgação
    Devido a troca de tiros, dois dos suspeitos ficaram feridos. Arnaldo foi atingido com um tiro no tórax e não resistiu aos ferimentos - foto: divulgação

    O jovem Arnaldo Marques Neto, 17, morreu após trocar tiros com a polícia, durante assalto a um ônibus do transporte coletivo da linha 030. O fato ocorreu por volta das 22h30 dessa terça-feira (16), na rua Chico Xavier, bairro Terra Nova, Zona Norte de Manaus.

    Outro adolescente que participava do bando também ficou ferido. Dois suspeitos identificados como Erick Azevedo Alfaia, 19 e Thiago dos Santos Ribeiro, 20, foram presos.

    De acordo com a polícia, os quatro suspeitos entram no coletivo e em seguida anunciaram o assalto. Um deles rendeu o motorista, que não teve o nome divulgado, quanto os outros - que estavam armados com revolveres e um simulacro - renderam o cobrador e os passageiros.

    Ainda conforme a polícia, uma passageira fez sinal para os policias militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que realizavam patrulhamento pela rua Chico Xavier.

    Ao perceberem o sinal da passageira, os policiais conseguiram interceptar o ônibus, porém, no momento da abordagem, um dos adolescentes que estava armado disparou contra os PMs, que revidaram e atiraram contra os assaltantes.

    Devido a troca de tiros, dois dos suspeitos ficaram feridos. Arnaldo foi atingido com um tiro no tórax e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local.

    O outro adolescente foi socorrido e levado para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus. Após receber alta médica ele foi levado para a Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai).

    Os outros suspeitos foram levados para o 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados por roubo majorado e corrupção de menor. Após os procedimentos cabíveis serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

    Por Mara Magalhães

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus