Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Obra do Terminal 2, na Cachoeirinha, está prevista para ser entregue no dia 30 de junho

    O valor da obra teve um acréscimo de 50% e será finalizada com pouco mais de R$ 3 milhões - foto: Ione Moreno
    O valor da obra teve um acréscimo de 50% e será finalizada com pouco mais de R$ 3 milhões - foto: Ione Moreno

    Ao menos 51 mil pessoas que utilizam por dia o serviço de transporte público do Terminal 2 (T2), localizado no bairro Cachoeirinha, Zona Sul, serão beneficiadas com a entrega do novo espaço, prevista para o próximo dia 30. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira, pelo subsecretário municipal de obras, Nelson de Oliveira Junior. O valor da obra teve um acréscimo de 50% e será finalizada com pouco mais de R$ 3 milhões.

    Ainda segundo o subsecretário, a obra que já está 73% da parte física executada, a partir de agora passará pelo processo de recapeamento, cobertura e acabamento. Nelson destacou que a nova plataforma foi ampliada para 4 metros de passeio, visando maior segurança para os usuários e os espaços foram adequados para a acessibilidade de portadores de deficiência física.

    “O projeto teve que passar por algumas adequações. Será necessário colocar uma laje mais resistente para aguentar o peso dos ônibus. Esse problema de afundamento de asfalto detectado em outros terminais será evitado aqui. Além disso, o novo terminal contará com mais bancos. Instalamos alguns boxes para atender alguns permissionários que trabalhavam aqui no terminal. Incluímos no projeto um trabalho de ventilação e telhas acústicas para ajudar no conforto dos passageiros. Teremos um terminal totalmente coberto e de alto padrão”, disse.

    Na ocasião, o superintendente Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho, ressaltou que o terminal continuará funcionando como uma estação, onde a integração será feita por meio do cartão passa fácil. O terminal 2 continuará também convergindo 60 linhas, sem novas alterações.

    “Serão 431 ônibus que circularão no terminal. Esse sistema facilitará ao passageiro o processo de integração. Neste primeiro momento não será feita nenhuma mudança nas linhas. Foi feito um plano estratégico para que todo usuário, de qualquer localidade possa realizar a integração. Dependendo do movimento de passageiros no terminal após a inauguração, a quantidade de linha poderá diminuir ou não. Vamos avaliar com cuidado essa possibilidade. Caso seja necessário, ajustaremos essa situação posteriormente”, frisou.

    A Seminf informou ainda que desde o início das obras, já foram realizados a retirada da antiga cobertura, instalações provisórias, demolição total da estrutura de ferro e frisagem para retirada do antigo asfalto da pista. Além disso, foram também retirados os postes de fiação de baixa tensão, concretagem dos blocos de coroamento da infraestrutura, armação e concretagem, serviço de alvenaria e de terraplanagem.

    No início do projeto, em junho de 2015, a obra estava orçada em R$ 2,1 milhões e com previsão de entrega para outubro do mesmo ano. Essa é a terceira vez que a prefeitura de Manaus anuncia uma nova data de inauguração.

    Por Gerson Freitas

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus