Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Seap contabiliza 26 mil atendimentos a internos em maio nas unidades prisionais de Manaus

    A maioria dos procedimentos é realizada dentro das unidades prisionais - foto: divulgação/Seap
    A maioria dos procedimentos é realizada dentro das unidades prisionais - foto: divulgação/Seap

    Durante todo o mês de maio, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), realizou, aproximadamente, 26 mil atendimentos a internos nas áreas psicológica, jurídica, social, de saúde, odontológica e educação física. O número corresponde ao relatório mensal de dez unidades prisionais da capital do regime provisório, fechado e semiaberto.

    As unidades atendidas foram os Centros de Detenção Provisória Feminino (CDPF) e Masculino (CDPM), Penitenciária Feminina (PFM), Unidade Prisional Semiaberto Feminino (UPSF), Cadeia Pública Raimundo Vida Pessoa (CPDRV), Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) e Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) dos regimes fechado e semiaberto.

    Para o secretário, Pedro Florêncio, a iniciativa segue a orientação de oferecer um tratamento humanizado aos detentos. "Dentro das restrições que eles enfrentam diariamente, na condição de encarcerados, nós como Estado, procuramos viabilizar essas ações, que permitem a eles ter uma melhor qualidade de vida durante o período em que estão cumprindo pena", afirma.

    Na área psicológica foram realizados 3.318 atendimentos, no jurídico 6.329, no serviço social 1.338, atendimento médico 1.081, enfermaria 649, odontológico 8.800 e educação física 4.150, totalizando 25.745 atendimentos.

    A Seap busca, através desses atendimentos, implementar ações de prevenção e de imunização a saúde dos internos, agilizar os processos jurídicos e realizar atendimentos sociais, buscando uma atenção para a pessoa encarcerada e o convívio com a família.

    A maioria dos procedimentos é realizada dentro das unidades prisionais, na área social onde ficam as salas de enfermaria, odontologia, social, psicológica e o jurídico. As atividades guiadas pelos profissionais de educação física são feitas nas quadras e áreas de vivência das unidades. Todos os atendimentos são realizados pelas equipes técnicas da Seap e da Umanizzare Gestão Prisional Privada, juntamente com apoio de entidades parceiras.

    Com informações da assessoria

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus