Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Ambulantes prometem ir à Justiça para manter o T1, na Constantino

    A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) ficou de informar sobre o real futuro do terminal - foto: Ione Moreno
    A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) ficou de informar sobre o real futuro do terminal - foto: Ione Moreno

    Vendedores ambulantes que trabalham no interior do Terminal de Integração 1 (T1), localizado na avenida Constantino Nery, Centro, devem entrar com uma ação junto ao Ministério Público do Estado (MPE-AM), nos próximos dias, contra o fechamento do terminal, anunciado repentinamente na semana passada. De acordo com os ambulantes, o fechamento do local deve afetar tanto trabalhadores quanto usuários do serviço de transporte público de Manaus.

    Vendedor de merenda há mais de 2 anos no T1, Esmael de Souza, 26, explicou que os ambulantes prejudicados realizaram um abaixo-assinado ainda no fim da semana passada, com a intenção de acionar o MPE-AM para que a decisão de fechamento do local seja suspensa. “Fomos informados na semana passada de que seria demolido. Fizemos um manifesto e conseguimos assinaturas dos prejudicados para levar ao Ministério Público porque não seremos os únicos prejudicados”, disse.

    Acordando todos os dias às 2h para preparar o café da manhã que vende em sua barraca, a ambulante Maria Eunice, 56, explicou que corre o risco de não ter mais dinheiro para ajudar no pagamento da mensalidade da faculdade de uma das filhas.

    “Vivemos com o dinheiro que conseguimos aqui. É um local movimentado e isso ajuda no nosso trabalho. Não podemos ir para outro local. Tem manhã que consigo até R$ 400”, disse ela, ressaltando que criou suas filhas com o trabalho de mais de 10 anos no terminal.

    Desde o último sábado (25), parte do terminal se encontra bloqueada para passageiros.

    Desavisados, alguns usuários do transporte coletivo também ficaram revoltados. “Não fomos avisados de nada. Vim pegar o ônibus e fui impedido de entrar no terminal. Querem aumentar a tarifa de ônibus para R$ 3,54 e fazer com que a gente pague mais ônibus, isso é uma falta de respeito com a população”, exclamou o estudante Marcelo Reis, 25.

    A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) ficou de informar sobre o real futuro do terminal, mas ressaltou que as mudanças fazem parte da reestruturação que será feita no terminal.

    Na semana passada, o trânsito ficou comprometido após um grupo de ao menos 30 vendedores ambulantes fechar parcialmente o sentido bairro/Centro da via que dá acesso ao Terminal de Integração 1 (T1), na avenida Constantino Nery, Zona Sul. Os manifestantes congestionaram a via para reivindicar contra o fechamento do terminal, que, segundo eles, fora anunciado na última quarta-feira (22) e deve prejudicar mais de 130 ambulantes.

    Por Luís Henrique

    Do Agora

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus