Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Equipe da TV EM TEMPO é agredida durante cobertura de homicídio em Manaus

    Os equipamentos da equipe de reportagem foram todos danificados - foto: divulgação
    Os equipamentos da equipe de reportagem foram todos danificados - fotos: divulgação

    A equipe de reportagem da TV EM TEMPO foi agredida por populares, na noite desta terça-feira (26), durante a cobertura de um homicídio, ocorrido no conjunto Ribeiro Júnior, bairro Cidade Nova 1, na Zona Norte de Manaus.

    No local do fato, um rapaz identificado como Marcus Vinicius de Oliveira, 21, foi morto a tiros. Segundo a polícia, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e a morte foi um possível acerto de contas.

    Conforme informações do repórter cinematográfico Walfran Leão, quando a equipe chegou ao local do crime, várias pessoas estavam aglomeradas nas proximidades do corpo e ao começar a filmar foi impedido por um familiar da vítima.

    agressao-divulg
    O repórter cinematográfico Walfran Leão, foi agredido com socos na boca e perto da orelha - foto: divulgação

    “Cheguei ao local e peguei algumas imagens de apoio, mas quando a família da vítima viu que eu estava filmando pediu para parar. Obedeci e me afastei, procurando filmar de longe, mas eles perceberam e vieram nos agredir. Eu fui atingido com um soco perto da orelha e outro na boca. A câmera ficou toda danifica”, disse o repórter o cinematográfico.

    O repórter Bruno Fonseca, que também foi agredido, informou que os policiais que estavam no local fizeram pouco caso da situação e não ajudaram a equipe.

    “Ao menos dez policiais estavam no local, mas somente dois tentaram nos ajudar, mas foi um ajuda bem superficial. Alguns populares que nos ajudaram e conseguimos chegar até o carro. Eu cheguei a falar com um policial e pedir ajuda, mas ele somente falou ‘daqui a pouco vou lá’. Tive alguns arranhões no braço”, contou o jornalista.

    A equipe registrou um Boletim de Ocorrência (BO) no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), por agressão física e por danos materiais.

    Por Mara Magalhães