Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Ossada encontrada no Distrito pode ser de mulher que teve corpo cortado ao meio

    A ossada foi removida pelo Instituto Médico Legal - foto: arquivo EM TEMPO Online
    A ossada foi removida pelo Instituto Médico Legal - foto: arquivo EM TEMPO Online

    Ossos humanos foram encontrados, na tarde deste domingo (7), em um terreno situado na rua Palmeira do Miriti, no bairro Distrito 2, na Zona Leste de Manaus.

    Conforme a polícia, há suspeita de que a ossada pertença a parte inferior do corpo da atendente de farmácia Gracilene da Silva Teles, 46, que foi morta e teve o corpo cortado ao meio.

    A parte superior foi encontrada no último dia (1º), na rua Hibisco, também no Distrito 2. Os restos mortais foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML) e levado para sede do órgão, onde será feito um exame de DNA, que comprovará se a ossada é de Gracilene.

    A atendente de farmácia foi identificada no dia 2 por familiares. Segundo eles, Gracilene, saiu da casa onde morava, no bairro Novo Reino, também na Zona Leste, sem levar nenhum documento na manhã do dia 31 de agosto.

    A família não soube informar quem pode ter cometido o crime,que  está sendo investigado pelo Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Por equipe EM TEMPO Online

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus