Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Na FCecon, acelerador linear reforça o combate ao câncer no Amazonas

    Acelerador linear reforçar o tratamento contra o câncer no Amazonas - foto: Divulgação
    Acelerador linear reforçar o tratamento contra o câncer no Amazonas - foto: Divulgação

    Um acelerador linear foi entregue nesta segunda-feira (22) para Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon). O equipamento deverá reforçar o tratamento contra o câncer no Amazonas, saindo dos atuais 50 para 150 procedimentos por dia. Na ocasião, foi também inaugurado o Serviço de Radioterapia Dr. Abelardo Rodolfo Lemos Pampolha.

    As ações fazem parte de um plano de expansão e modernização do tratamento oncológico no Estado. A previsão é que em março de 2017, comece a operar um segundo acelerador linear, o que deverá transformar a FCecon no maior e mais moderno parque de radioterapia do Norte do Brasil.

    A ampliação do setor de radioterapia faz parte do Plano de Reestruturação e Modernização dos Serviços de Oncologia, que conta com a parceria do Ministério da Saúde e investimentos de mais de 8 milhões de reais, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Susam).

    Junto com o acelerador linear estão sendo entregues a Casamata, que é a construção especialmente projetada para abrigá-lo, e outros equipamentos para o complexo de radioterapia. Dentre eles, duas fontes de Irídio para a braquiterapia, outro tratamento que está sendo revitalizado na fundação, com a aquisição de um novo aparelho, que complementará as ações de combate ao tipo de câncer mais incidente entre as mulheres no Amazonas, o de colo uterino.

    A unidade também adquiriu uma nova fonte radioativa para uma das duas bombas de cobalto, equipamento usado até então para radioterapia na fundação.

    O próximo passo é a implantação da primeira Sala Inteligente do Norte do país para a realização de cirurgia de alta complexidade com técnicas minimamente invasivas. A vantagem está na maior precisão dos procedimentos proporcionando recuperação muito mais rápida ao paciente.

    Com informações da assessoria