Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Em manifestação, aprovados em concurso da Susam ‘comemoram’ dois anos de certame sem nomeação

    Manifesto-Susam
    Uma das vias da avenida André Araújo está bloqueada pelos manifestantes, causando retenção no trânsito - foto: divulgação

    Cerca de 80 pessoas, aprovadas no concurso da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) realizado em 2014, estão reivindicando a nomeação em frente à sede do órgão, localizada na avenida André Araújo, Zona Centro-Sul de Manaus. A data desta quarta-feira (24) é marcada pelos dois anos da realização do certame e, por isso, os manifestantes levaram um bolo para ironizar a situação.

    “Só vamos sair daqui quando nos derem um documento assinado com um cronograma oficial das nomeações. E, inclusive, queremos pedir da população que nos traga água e lanche, porque estamos desempregados e precisamos esperar essa resposta”, disse a enfermeira Beatriz Pause, uma das aprovadas no concurso.

    Bolo-Susam
    Manifestantes fizeram um bolo para ironizar a situação; a data de hoje (24) marca os dois anos que a prova foi realizada - foto: divulgação

    Em abril deste ano, quando a Susam nomeou 1.104 novos servidores, a secretaria informou que a substituição dos terceirizados pelo concursados é um processo que está sendo executado de forma gradativa e planejada. A ação é contestada pelos manifestantes, que alegam ser a atitude inconstitucional.

    “Quando existe terceirizados ou temporários, o governo não pode segurar essas vagas. Elas devem ser ocupadas imediatamente. É isso que a constituição diz e só estamos querendo o que é nosso por direito”, disse a enfermeira.

    A manifestação tem deixado o trânsito com forte retenção nas proximidades da Susam.

    Resposta da secretaria

    A Susam anunciou, por meio de nota, que vai convocar, na próxima sexta-feira (26), 1.800 profissionais aprovados no concurso de 2014. O texto, assinado pelo titular da pasta, Pedro Elias, informa ainda que outra convocação será realizada em novembro.

    Dos 1.800 profissionais que serão convocados, 30% são para atuação nas unidades de saúde do interior do estado.

    Por equipe EM TEMPO online