Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Fórum Mundial das Águas terá evento no Amazonas

    A próxima edição do evento está marcada para ocorrer em 2018, na capital do país, Brasília, que venceu a disputa com Copenhague, na Dinamarca - foto: Marcio Melo
    A próxima edição do evento está marcada para ocorrer em 2018, na capital do país, Brasília, que venceu a disputa com Copenhague, na Dinamarca - foto: Marcio Melo

    O Amazonas sediará, em 2017, um dos eventos preparatórios para o Fórum Mundial das Águas. O Fórum Mundial da Água é o maior evento global sobre o tema, sendo realizado pelo Conselho Mundial da Água. A próxima edição do evento está marcada para ocorrer em 2018, em Brasília. A capital brasileira venceu a disputa com Copenhague (Dinamarca).

    A confirmação foi dada pelo presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), engenheiro civil José Tadeu da Silva, durante reunião com a diretoria e coordenadores de Câmaras Especializadas do Conselho Regional da área no Amazonas, na capital amazonense. O Confea integra a comissão organizadora do fórum no país.

    O Confea foi convidado a integrar a comissão de organização do Fórum Mundial devido ao êxito da Conferência Internacional Água e Energia - novas abordagens sustentáveis, que foi realizada pelo Conselho, no período de 27 a 29 de julho de 2016, em Brasília (DF). Além do Conselho Federal, Ministério das Cidades, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Agência Nacional de Águas (Ana) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) também compõem
    a comissão.

    Estão sendo programados sete eventos preparatórios para o fórum, no país.  Todos eles serão realizados em 2017. Na Região Norte, o Amazonas foi o Estado escolhido para sediar o pré-evento do fórum mundial. Outros Estados, como Tocantins, São Paulo e Espírito Santo, também irão sediar. O presidente do Confea esclareceu que a organização do pré-evento do Fórum Mundial das Águas, no Amazonas, ficará a cargo do Confea, em parceria com o Crea Amazonas.

    Para o presidente do Crea–AM, engenheiro civil Cláudio Guenka, a escolha do Amazonas como sede de um desses eventos é uma satisfação e uma grande responsabilidade na medida em que proporcionará ampla discussão envolvendo vários aspectos sobre a maior bacia hidrográfica do planeta, o que atrairá o olhar do mundo para a região.

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus