Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Umanizzare se pronuncia sobre chacina no Compaj e afirma que dá apoio às investigações

    Umanizzare destaca que está trabalhando junto com o Governo do Estado para dar apoio às investigações - foto: Reprodução

    A Umanizzare – prestadora de serviço no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) – se pronunciou nesta terça-feira (3) sobre as atuais ocorrências ocorridas no sistema prisional do Amazonas. Por meio de nota, a empresa destaca que está trabalhando junto com o Governo do Estado para dar apoio às investigações para esclarecer os acontecimentos.

    Na nota, a Umanizzare explica que presta serviços, em regime de co-gestão, no Compaj.

    “Enquanto o Estado é responsável pela execução penal dos sentenciados, a direção do presídio e a disciplina e vigilância dos detentos, a empresa terceirizada presta suporte às atividades-meio, como apoio logístico, limpeza, conservação, manutenção, alimentação, assistência material e assistência jurídica, entre outros”, explica o documento.

    O contrato entre o Governo e a empresa foi feito por meio de licitação pública, com base na Lei 8.666/93.

    “Informamos ainda que, visando à segurança das unidades e a uniformidade e transparência das informações sobre a situação dos presídios, as notícias estão sendo repassadas pelo Comitê que foi criado para gerir crises no Estado do Amazonas”, finaliza a nota.

    Portal EM TEMPO
    Com informações da assessoria