Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Barcos de ações sociais itinerantes do governo começam atividades em março

    O governador José Melo foi na manhã de sábado (21) acompanhar de perto a reforma dos barcos - Bruno Zanardo

    Na manhã de sábado (21), o governador José Melo acompanhou de perto a reforma das três embarcações do serviço de Pronto Atendimento Itinerante, o Barco PAI, que serão integrados ao programa 'Todos Pela Vida', e anunciou a reforma de uma nova embarcação para funcionar como base móvel fluvial da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Os barcos sociais ficam prontos em março e seguirão no mesmo mês para as ações de assistência social e médica nas comunidades e municípios do interior do Amazonas.

    Ao lado da primeira-dama e presidente de honra do Fundo de Promoção Social (FPS), Edilene Gomes de Oliveira, Melo fez a vistoria nas quatro embarcações que estão ancoradas na sede da empresa Juruá Estaleiros e Navegação Ltda., localizada na no Distrito de Cacau Pirêra, no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). O barco destinado a SSP vai abrigar uma delegacia móvel e fica pronto em outubro.

    As ações sociais realizadas através do barco começam pelos municípios da calha do Juruá, Purus e Solimões. Depois seguem para as cidades das calhas do Madeira e Rio Negro de modo a oferecer atendimento à população de todo o Estado.

    "Levaremos a mão amiga do governo oferecendo assistência médica, social, psicológica, tirando documentos, enfim, levando cidadania para a população do interior. Esses barcos estarão inseridos no programa macro Todos Pela Vida. Prestam um serviço indispensável à população. Eles estão sendo recuperados e irão no mês de março começar a trabalhar com toda a parte de serviços embarcada", disse o governador.

    A reforma dos três barcos, Puxirum I, Puxirum II e Zona Franca Verde, no valor de R$ 5.320.326,00, está sendo custeada com recursos do Fundo de Promoção Social (FPS), presidido pela primeira-dama do Amazonas, Edilene Gomes de Oliveira.

    “Com o PAI, o Governo do Amazonas leva serviços de cidadania para as populações mais afastadas do interior, que enfrentam uma série de dificuldades de acesso devido às grandes distâncias de nosso Estado. Nossa meta é garantir que a grande parte dos municípios seja atendida com a renovação e reforma na frota deste projeto”, afirmou Edilene.

    As obras de reforma incluem reforço no casco, melhoria no sistema de hidráulica, substituição de iluminação e de motor marítimo. Em andamento, ainda, estão a recuperação do piso, do forro de PVC, de cabeamento e do guincho manual dos três barcos.

    As embarcações, coordenadas pela Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc), oferecem uma série de serviços de cidadania gratuitos para a população do interior, em especial àquela residente nas comunidades rurais e indígenas com difícil acesso as políticas públicas, através de órgãos executores, visando alavancar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), bem como a taxa de cobertura previdenciária do Estado do Amazonas.

    As ações do Barco PAI proporcionarão ao ribeirinho e ao indígena, acesso aos serviços de previdência social, expedição de documentos, como RG, CPF, Certidão de nascimento e carteira de trabalho, além do atendimento médico, odontológico e disponibilização de remédios. Em uma única viagem, um barco atenderá mais de 12 mil pessoas levando cidadania e acesso aos direitos básicos.

    Com informações da assessoria