Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    PC confirma que 4º corpo encontrado no Tarumã é de fugitivo da Vidal

    Claudiomar estava na lista de fugitivos divulgada pela Seap neste domingo - Divulgação

    A Polícia Civil confirmou, na noite deste domingo (26), que o corpo encontrado no ramal da Grama, no Tarumã Açu, zona rural da capital, é de um detento que fugiu da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa nesta madrugada.  O homem, identificado como Claudiomar Ribeiro de Sá, e mais três presos foram executados após saírem da prisão. 

    O local onde o corpo dele foi encontrado fica nas proximidades onde os outros três corpos dos fugitivos foram encontrados nesta manhã. Homens da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados e estiveram no local. Eles fizeram buscas, mas ninguém foi preso.

    A confirmação veio através da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que informou à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). O titular da especializada, Juan Valério, também confirmou que o corpo é do fugitivo.

    “Inicialmente fomos ao encontro de três cadáveres, no qual a Seap tratava de fugitivos de ontem à noite. O Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) recebeu a informação de moradores do ramal do Tabosa. Como não temos a autoria conhecida, será aberto inquérito policial e o caso será investigado. Aparentemente, nos leva a crer, que o corpo apenas foi desovado no local, mas vamos esperar a perícia para trabalhar as hipóteses”, disse o titular.

    Já que o local é de difícil acesso, somente por volta de 18h30, o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

    Acusações

    Familiares de Breno Custódio de Jesus, Douglas da Silva Costa e Edgar de Souza Ribeiro, os três primeiros a serem encontrados, acusam a Polícia Militar pelas mortes.

    Fugitivos

    A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que 14 pessoas conseguiram escapar por meio de um buraco feito no teto de uma das celas do presídio. Dois foram recapturados e quatro encontrados mortos. Oito ainda são procurados pela polícia.

    Bruna Souza e João Paulo Oliveira

    EM TEMPO