Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Dez mil fiéis participam da procissão em homenagem a São José

    São José é conhecido por interceder pedidos dos trabalhadores - Fotos: Arthur Castro

    São José, o santo dos trabalhadores, mobilizou aproximadamente 10 mil fiéis que foram às ruas do bairro Praça 14 de Janeiro e do Centro, na Zona Sul de Manaus, participar da procissão em sua homenagem. A caminhada teve início às 17h30 deste domingo (19), com saída e chegada no Santuário Arquidiocesano.

    De acordo com o pároco da Igreja, José Benedito da Cunha, a quantidade de participantes dobrou este ano, se comparado ao número de religiosos que acompanhou o trajeto com a imagem do santo em 2016.

    “Acredito que o crescimento se deve ao grande número de desempregados. Isso gera mais apelo ao santo”, falou Benedito sobre o ato de fé.

    Durante todo o dia de hoje, foram realizadas missas e, diferente dos anos anteriores, onde as homilias eram realizadas em outros pontos da cidade, neste ano as missas aconteceram apenas no santuário de São José.

    A procissão percorreu a avenida Sete de Setembro e depois a Castelo Branco, passando pela rua Ramos Ferreira, finalizando na avenida Duque de Caxias, quando entrou pelo estacionamento do Santuário para a missa campal, celebrada pelo Dom Edmilson Tadeu Canavarros, bispo auxiliar de Manaus.

    A Polícia Militar (PM) enviou um efetivo de 40 homens a pé, oito em motocicletas, cinco viaturas, um micro-ônibus e uma van da corporação para fazer a segurança da procissão, conforme informou o responsável pelo Comando de Policiamento de Área da Zona Sul (CPA-SUL), capitão Délio.

    O balconista Edson Lisboa, 47, é devoto de São Jose há dez anos. O fiel contou que o santo já realizou um milagre em sua família, restabelecendo a saúde da filha, que tinha uma grave doença no coração, conhecida como ‘sopro’.

    "Minha filha vive bem até hoje. E quanto ao trabalho, o santo nunca me abandonou porque, sempre que perco um emprego, em até um mês consigo outro", disse.

    O casal Ademar Souza, 49, e Auxiliadora Nunes, 49, são assíduos ao ato de fé. O vidraceiro e a costureira disseram que São José tem atendido o pedido de muitas pessoas. Ademar revelou que o emprego da esposa só foi concretizado quando os dois se tornaram devotos do santo. "Nós somos uma prova de que a fé é verdadeira e agora viemos para agradecer por tudo que ele sempre fez e faz por nós", falou o vidraceiro.

    Joandres Xavier
    EM TEMPO