Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Prefeitura realiza treinamento para campanha de vacinação contra a gripe

    Semsa está se preparando para o Dia “D” da campanha - Divulgação

    Profissionais de saúde que atuam na zona Sul de Manaus participaram na manhã desta terça-feira, 11/04, da preparação para a 19º Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (Gripe). O treinamento aconteceu no auditório do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul) e será encerrado nesta quarta-feira, 12/04, reunindo enfermeiros e técnicos de enfermagem de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de policlínicas e de equipes da Estratégia Saúde da Família.

    O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, informa que a Semsa está se preparando para o Dia “D” da campanha, com data ainda a ser fechada, quando serão mobilizados 4,5 mil profissionais de saúde e montados 959 postos de vacinação em Manaus.

    “Além do dia D, a Semsa trabalha com ações de pré-campanha, que devem ser iniciadas ainda este mês, e de pós-campanha. Os profissionais estão sendo treinados para receber informações atualizadas sobre a vacina, ações de logística, público alvo, registro da estatística de vacinação e estratégias utilizadas para alcançar os grupos prioritários”, explica Homero de Miranda Leão.

    A Semsa está aguardando o Ministério da Saúde enviar as doses da vacina para definir os períodos de pré e pós-campanha.

    A meta da Campanha este ano é a imunizar 366 mil pessoas na capital. De acordo com a chefe do Núcleo de Imunização do Disa Sul, Izabel Nascimento, os profissionais que participam do treinamento estão sendo orientados principalmente sobre as mudanças nesta edição da campanha, como a inclusão de professores no grupo prioritário para a vacinação contra a gripe.

    “A maioria dos profissionais que participam do treinamento já trabalhou em campanhas de vacinação nos anos anteriores, mas é importante reforçar as informações e orientar sobre as mudanças que ocorrem, estabelecendo novas estratégias de atuação”, destaca Izabel Nascimento.

    Além dos professores, o público alvo para a vacinação contra a gripe são trabalhadores da saúde; indígenas (aldeados e assistidos pela Secretaria Especial de Saúde Indígena); crianças na faixa-etária de 6 meses a menores de 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto); portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

    Izabel Nascimento explica que no período de pré-campanha as equipes deverão trabalhar de acordo com a demanda identificada em cada área de atuação, fazendo, por exemplo, a busca ativa de idosos acamados, crianças em creches e escolas, trabalhadores de saúde em hospitais e clínicas.

    “Já o Dia D será um momento de grande mobilização, com a disponibilização de postos de vacina em pontos estratégicos, de fácil acesso e grande movimentação de pessoas. Na pós-campanha, as Unidades de Saúde irão atuar na vacinação do público remanescente, que não compareceu no Dia D para se imunizar contra a gripe”, reforça Izabel Nascimento.

    Com informações da assessoria

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus