Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Detran libera parcelamento de multas e DPVAT para motoristas a partir de segunda

    A nova alternativa foi criada devido ao intenso fluxo de pessoas no Detran-AM, em busca de tentar financiar os débitos - Mara Magalhães

    A partir da próxima segunda-feira (17), os condutores poderão parcelar – em até 12 vezes nos cartões de crédito – multas, licenciamento anual do veículo e Seguro de Trânsito de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). A nova opção foi anunciada durante coletiva de imprensa, realizada nesta quarta (12), no auditório do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), na avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

    O parcelamento é fruto de uma parceria entre o Detran-AM e o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Amazonas (SindCFC/AM). A nova alternativa foi criada devido ao intenso fluxo de pessoas no órgão, em busca de tentar financiar os débitos.

    "Devido à crise, muitas pessoas ficaram desempregadas e, assim, não tiveram como pagar o licenciamento de seus veículos e ficaram com dívidas. Pensando nisso, nós procuramos uma solução para quitar esses débitos. Isso tudo é para facilitar a vida do cidadão. Antes, a única coisa que poderia ser parcelado era o IPVA", explicou o diretor do Detran-AM, Leonel Feitosa.

    Conforme o diretor do Detran-AM, quem parcelar as dívidas em até três vezes, não pagará juros. A partir de 4 parcelas, os juros aplicados serão iguais ao do crédito consignado.

    O condutor que quiser pagar as dívidas em atraso, pode ir à sede do Detran-AM para efetuar o pagamento. Todos os cartões de crédito serão aceitos e, este novo método, também será aplicado durante as blitze.

    "Nós vamos estar com as máquinas de cartões de crédito durante as blitze. Quem for pego, tiver alguma dívida e quiser efetuar o pagamento, poderá fazer durante a fiscalização mesmo. O pagamento cai automaticamente no sistema do Detran", explicou o diretor, ressaltando que a nova medida adotada pelo órgão é uma alternativa para que os condutores mantenham o veículo regularizado e não corra o risco de ter o veículo retido ou apreendido durante as operações de trânsito realizadas pelo Detran-AM e também Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amazonas (Baptran).

    Atualmente, oito mil carros e 24 mil motociclistas estão apreendidos pelo Detran. Com a nova opção de pagamento, o Detran estima que a maioria dos veículos sejam retirados do parqueamento.

    Mara Magalhães
    EM TEMPO

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus