Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Novas regras de educação serão debatidas no Amazonas

    O secretário Rossieli disse que somente agora o Brasil tirou do papel o projeto - Arthur Castro

    O Amazonas servirá de palco para discussões sobre os métodos que serão usados nos novos modelos dos ensinos infantil, fundamental e médio, seguindo as novas regras da Base Nacional Comum Curricular. A audiência pública promovida pelo Conselho Nacional de Educação, sobre a implementação do novo sistema, acontece em setembro, em Manaus. Esta é a primeira vez que a Região Norte sedia um evento da entidade. Nesta quinta-feira (13), o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares, falou durante a sua visita a Manaus, no programa Agora, da TV EM TEMPO, sobre o assunto.

    Rossieli destacou que a Base Nacional foi criada na Constituição de 1988, porém, somente agora o Brasil conseguiu retirar do papel o projeto, com o intuito de dar uma melhora significativa no sistema educacional do país. O documento vem com uma proposta de organizar a articulação e a progressão das aprendizagens na educação, ajudando o trabalho dos professores e aproximando pais e responsáveis do universo educacional.

    A implementação vai assegurar a igualdade de aprendizagem. A Base Nacional foi entregue ao Conselho Nacional de Educação nesta semana. A parte do ensino fundamental deve ser votada até novembro. Já a proposta do ensino médio será encerada no início do próximo ano.

    “Teremos pela frente um processo de implementação, com a formação de professores para gerar os efeitos esperados. Além disso, estaremos trabalhando no desenvolvimento dos novos livros didáticos que serão distribuídos nas redes em 2019, já adequados às novas regras da base comum”, disse Soares.

    Educação infantil

    O secretário disse que na educação infantil, pela primeira vez, na Base Nacional Comum, poderá ter regras de como deve ser desenvolvido o processo educacional. Antes do documento, as creches e escolas que recebiam alunos com a faixa etária entre 4 e 5 anos não diziam o que iriam fazer com as crianças. Após a implantação, prevista para o próximo ano, a base vem orientar as unidades, gestões e docentes, de como acontece o novo processo.

    Ensino fundamental

    No ensino fundamental, Rossieli revela que a prioridade será a alfabetização.

    Ensino médio

    De acordo com o secretário, ao contrário do que vem sendo falado, as matérias do ensino médio continuarão sendo as mesmas, no entanto, a base comum definirá como será feito o currículo do aluno, flexibilizando a educação. A lei do novo ensino médio já está em vigor desde fevereiro de 2017.

    Gerson Freitas
    EM TEMPO

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus